Abertas inscrições para mestrado e doutorado do PPGLL

Candidatos podem se inscrever de 1º a 15 de dezembro
Por: Ascom Ufal - 29/11/2019 às 07h10 - Atualizado em 25/11/2019 às 17h13

De 1º a 15 de dezembro, estão abertas as inscrições para os cursos de mestrado e doutorado do Programa de Pós-graduação em Linguística e Literatura (PPGLL) da Ufal.

Os interessados devem se inscrever no site do Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas (Sigaa), disponível neste link. O candidato deve preencher a ficha de inscrição e anexar os documentos solicitados, conforme o que consta no edital. As inscrições são gratuitas.

A aplicação da prova de conhecimentos específicos para o curso de mestrado será no dia 28 de janeiro, das 8h às 12h, nas dependências da Faculdade de Letras. Já a entrega de documentação exigida, tanto para mestrado e doutorado, será nos dias 11 e 12 de fevereiro, das 9h às 17h, na secretaria do PPGLL. A avaliação e arguição do projeto de pesquisa será no período de 13 a 17 de fevereiro, das 8h às 19h, na Fale.

Política de cotas

A coordenação do PPGLL informa que “em uma ação inédita, atestando o seu compromisso social, o programa destina mais de 65% de suas vagas para cotistas. As vagas incluem candidatos autodeclarados negros ou pardos, indígenas, com deficiência, autodeclarados trans [travestis, transexuais e transgêneros], refugiados ou assentados”.

Ainda de acordo com a coordenação, “o programa promove a igualdade, a diversidade e a inclusão, objetivando excelência em pesquisa acadêmica e alcance público abrangente”. E destaca: “Estamos comprometidos com um ambiente intelectual que seja ao mesmo tempo acolhedor, encorajador e estimulante, e que respeite o espectro completo da diversidade humana em raça, etnia, identidade de gênero, idade, status socioeconômico, deficiência, nacionalidade, orientação sexual e crença. Toda a comunidade do PPGLL trabalha ativamente para criar e manter um ambiente de afirmação, de proteção, de respeito mútuo e de apoio irrestrito”.

Desde o edital de 2019, o PPGLL tem cotas exclusivas para pessoas trans. “Fomos o primeiro programa de pós-graduação da Ufal a designar cotas abrangentes para a população trans e o fizemos por reconhecer a difícil situação dessa população em nossa sociedade. Alagoas lidera um triste ranking de estados que mais matam pessoas trans. O PPGLL incentiva e estimula a participação da comunidade trans nas pesquisas que realizamos, muitas das quais inclusive envolvem estudos de gênero”, informa. Na edição deste ano, o Programa, pela primeira vez, vai destinar vagas para refugiados. “Diante da difícil realidade enfrentada pelos refugiados em nosso país, e compreendendo que essas pessoas podem colaborar imensamente com as pesquisas desenvolvidas em nosso Programa, adotamos, de maneira inédita na Ufal, política de cotas que acolhe refugiados”.

Para mais informações, acesse o edital.