Ufal integra iniciativa de Impacto Acadêmico da ONU

Rede mundial reúne universidades e compartilham conhecimentos, pesquisas e soluções para os desafios contemporâneos
Por: Ascom Ufal - 23/10/2019 às 07h00 - Atualizado em 22/10/2019 às 16h22
context/imageCaption

Com mais de 30 instituições integrantes, fazem parte da Unai algumas das mais prestigiadas universidades do Brasil

A Universidade Federal de Alagoas (Ufal) passou a integrar a iniciativa de Impacto Acadêmico (Unai) da Organização das Nações Unidas (Onu). “O departamento de comunicação das Nações Unidas convidou universidades e instituições envolvidas no ensino superior a ingressar nessa iniciativa. Inscrevemo-nos e recebemos a certificação de participação. Para Ufal é muito importante pois trata-se de uma associação com as Nações Unidas e agora estamos participando de uma rede de compartilhamento de conhecimento e pesquisa regulada em objetivos que dialogam com os valores da ONU”, explica Luciene Melo, da Assessoria de Intercâmbio Internacional (Asi) da Ufal. “Com essa integração, ganhamos mais visibilidade, podendo, inclusive, usar o selo da ONU nas ações da instituição”, destaca.

Com mais de 30 instituições integrantes, fazem parte da Unai algumas das mais prestigiadas universidades do Brasil, a exemplo das Federais do Paraná (UFPR), de Minas Gerais (UFMG), do Ceará (UFC), da Paraíba (UFPB) e do Rio de Janeiro (UFRJ), das Estaduais de São Paulo (USP), de Campinas (Unicamp) e de Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp), além de instituições privadas, como a Presbiteriana Mackenzie.

Sobre a Unai ONU

A Unai é uma rede de compartilhamento de conhecimentos, pesquisas e soluções para os múltiplos desafios contemporâneos, da qual fazem parte mais de 1.300 instituições de Educação Superior, em cerca de 130 países.

A rede se concentra em dez princípios, contemplados pela Agenda, e relacionados diretamente com a Educação. São eles:

1 - Enfrentar a pobreza pela Educação;

2 - Construir capacidades nos sistemas de Educação Superior de todo o mundo;

3 - Oferecer oportunidades educativas para todas as pessoas (independente de seu gênero, raça, religião ou etnia);

4 - Encorajar a cidadania global por meio da Educação;

5 - Oferecer condições para ingresso na Educação Superior;

6 - Assumir compromisso com os direitos humanos (entre eles, a liberdade de pesquisa, de opinião e de expressão);

7 - Promover o diálogo, o entendimento intercultural e o desaparecimento da intolerância pela Educação;

8 - Promover a paz e a resolução de conflitos pela Educação;

9 - Promover a sustentabilidade pela Educação;

10 - Assumir compromisso com os princípios fundamentais da Carta das Nações Unidas.