Reitora se reúne com bancada federal e solicita emendas para a Ufal

Encontro faz parte do calendário de atividades realizadas esta semana em Brasília
17/10/2019 às 16h54 - Atualizado em 17/10/2019 às 16h54
context/imageCaption

Reitora e o líder da bancada, deputado federal Marx Beltrão (MDB)

Na manhã de ontem (16), a reitora da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), Valéria Correia, participou de reunião com a bancada federal alagoana, na Câmara dos Deputados, em Brasília. O objetivo do encontro foi apresentar aos parlamentares os projetos do novo Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) para a Ufal e Hospital Universitário Professor Alberto Antunes (HUPPA). A atividade deu continuidade aos trabalhos realizados com os assessores, na tarde da terça-feira (15).

Estiveram presentes o líder da bancada alagoana, Marx Beltrão (MDB), além dos demais parlamentares e assessores da bancada. Na ocasião, a reitora falou por 15 minutos, reforçando a importância da bancada para o processo de consolidação da expansão da Universidade, com destinação de emendas que visam o crescimento e desenvolvimento da instituição de ensino superior. Além disso, a dirigente da Ufal apresentou o portfólio dos projetos de infraestrutura previstos dos próximos cinco anos (2019-2023).

Dentre as propostas para a destinação de emendas, estavam a reforma do prédio da Unidade de Educação Infantil Telma Vitória; a reestruturação do espaço do antigo RU para o atendimento do Subsistema Integrado de Atenção à Saúde do Servidor (Siass); o Bloco das Licenciaturas do Campus Arapiraca, que ainda não foi finalizado; a Farmácia Escola; além de projetos de acessibilidade para as edificações antigas. Também foi proposta a destinação de R$ 1 milhão para a extensão universitária e para custeio do Hospital Universitário.

Antes das atividades em Brasília, a reitora se reuniu com Josealdo Tonholo, candidato indicado pela comunidade universitária ao cargo de reitor, para discutir as propostas e realizar o convite para participação nos encontros com a bancada. Entretanto, o docente não pôde comparecer aos eventos desta semana.

Os deputados e senadores por Alagoas definirão, ainda esse ano, o destino dos recursos das emendas. A expectativa é que a Ufal, maior instituição pública de Alagoas, seja uma das beneficiadas, especialmente frente ao cenário de cortes e bloqueios que as universidades brasileiras vêm atravessando.