Reitora participa da abertura do 5º Enneabi e da 1ª edição do Eneal

Evento acontece entre os dias 18 e 19 de outubro, no Campus Satuba do Ifal
Por: Izadora Garcia - relações públicas - 18/10/2019 às 17h22
context/imageCaption

Fotos: Ascom Ifal

Na manhã desta sexta-feira (18), a reitora da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), Valéria Correia, participou da mesa de abertura do 5º Encontro Nacional de Neabs -  Núcleos de Estudos Afrobrasileiros, Neabis - Núcleos de Estudos Afrobrasileiros e Indígenas e Grupos Correlatos da Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica, sediado no Campus Satuba do Instituto Federal de Alagoas (Ifal).

Simultaneamente, acontece a 1ª edição do Encontro dos Coordenadores e Membros de Neabs, Neabis e Grupos Correlatos do Estado de Alagoas (Enneal). O Ifal promove e sedia os eventos que têm o objetivo de discutir questões étnicas e raciais, a partir do trabalho de pesquisadores, técnicos, professores e estudantes da rede federal de ensino. A Ufal é parceira na organização, por meio da docente e diretora do Neabi-Ufal, Lígia Ferreira, que é coordenadora-geral do evento.

Além da reitora da Ufal, compuseram a mesa de abertura, o reitor do Ifal, Carlos Guedes; o diretor-geral do Ifal Campus Satuba, Valdemir Chaves; a diretora de políticas estudantis do Ifal, Emanuelle Teixeira; o representante da Fundação Cultural Palmares, Balbino Praxedes; a representante da Associação Brasileira de Pesquisadores e Pesquisadoras Negros e Negras, Silvani Valentim; a coordenadora do Neabi-Ifal, Pâmela Lúcia dos Santos; e Lígia Ferreira, coordenadora-geral do 5º Enneabi e do 1º Enneal.

A solenidade foi iniciada por uma apresentação do grupo de capoeira do Ifal Campus Satuba e do corpo cênico Mucambo das Artes, de União dos Palmares, que encenou a peça Herdeiros do Quilombo. A coordenadora-geral do Evento, Lígia Ferreira, iniciou as falas.

“Esse é um momento muito importante para nós, estou muito emocionada, após essas apresentações. Queria parabenizar todas as pessoas que estão envolvidas neste evento, ele foi organizado com muito carinho para todos vocês”.

“Esse encontro é muito simbólico e representa a resistência desenvolvida dentro dos institutos e universidades federais, frente a uma realidade de extermínio do povo indígena e do povo negro, de atrocidades cometidas e da violação de direitos crescente que a gente vem observando no país desde 2016”, avaliou a reitora da Ufal, Valéria Correia.

Os eventos

A 5ª edição do Enneabi e a 1ª edição do Eneal acontecem, simultaneamente, entre os dias 18 e 19 deste mês, com mesas redondas, conferências, oficinas, apresentações de comunicação oral, relatos de experiências e pôsteres, além de plenárias e apresentações artístico-culturais.

Serão discutidos temas como Identidade, território e territorialidades; Assistência social e políticas públicas para negros e indígenas; e Etnociências e tecnologias da informação. A entrada é gratuita, mas só inscritos até o dia 13 de outubro terão acesso às oficinas e workshops. A partir das 18h, acontecerão apresentações artístico-culturais e feiras gastronômica e de livros nos dois dias do evento.

A plenária final acontece no dia 19, às 17h, no auditório do Ifal Campus Satuba.

Confira programação completa no site