Curso de Engenharia de Produção da Unidade Penedo recebe Conceito 4

Curso está em processo de reconhecimento e a avaliação in loco, por avaliadores do Instituto Inep, ocorreu nos dias 26 e 27 de setembro
Por: Diana Monteiro – jornalista - 17/10/2019 às 15h58

Numa escala de 1 a 5 o curso de Engenharia de Produção da Unidade Educacional Penedo, pertencente ao Campus Arapiraca, recebeu conceito 4. O resultado é considerado excelente pela positividade que representa para o processo, em curso, de reconhecimento da citada graduação. Conduzida in loco, nos dias 26 e 27 de setembro, por avaliadores do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), do Ministério da Educação (MEC), a avaliação contemplou análise da documentação, visita às instalações físicas e diálogo com a comunidade acadêmica e administrativa do curso.

Para a conceituação do curso a avaliação se centrou em três dimensões: organização didático-pedagógica, onde o curso recebei nota 3,64; corpo docente e tutorial, com nota 3,44; e dimensão de infraestrutura, 3,56 gerando o conceito 4. Sobre o positivo resultado a coordenadora do curso Ana Carolina de Lucena destacou:

“Essa conquista é dividida com todos professores, alunos e técnicos que partilham o curso. É muito bom fazer parte do curso neste momento, ainda mais como coordenadora e enfatizo que estou honrada em ter colegas comprometidos com as atividades de ensino, pesquisa e extensão. Saliento o envolvimento dos técnicos e dos terceirizados vinculados ao curso, que nos apoiam sempre em nossas solicitações, e a primordial dedicação da coordenação geral da Ufal Penedo, bem como da gestão do Campus Arapiraca e da gestão central da Universidade Federal de Alagoas”, frisou.

Complementou destacando o envolvimento dos discentes do curso que segundo Ana Carolina, sempre contribuíram para o crescimento positivo da graduação, mesmo nas mais variadas adversidades:

“Parabenizo o engajamento dos estudantes para a construção do curso de Engenharia da Produção possibilitando a avaliação in loco do Inep e o reconhecimento dos nossos trabalhos por meio da nota obtida. Sabemos que o desafio continua, mas é preciso ressaltar que este trabalho dedicamos de forma coletiva na organização e apresentação de toda documentação e estrutura didático-pedagógica do curso. Assim como ampliação do acervo bibliográfico, manutenção na infraestrutura em geral, garantindo a mobilidade das pessoas que frequentam o local de funcionamento do curso”, disse a coordenadora Ana Carolina.

O presidente do Centro Acadêmico de Engenharia de Produção (Caepro) Wallace Calixto enfatiza

O desempenho e dedicação da coordenadora Ana Carolina Lucena por sempre acreditar no potencial da comunidade acadêmica e administrativa do curso. Ao tempo em que comemora, aproveita para tecer agradecimentos:

“Aos professores pelo empenho e o desempenho de suas atribuições com coerência e comprometimento, aos técnicos por darem todo o suporte necessário às atividades desenvolvidas e aos servidores terceirizados pelo apoio dado e prestação de serviço de qualidade. Os agradecimentos ao meu segmento pelo engajamento e participação na construção do curso que culminou com avaliação in loco do MEC. Esse resultado reflete o convívio existente, que é excelente entre toda a comunidade envolvida aprimorando assim, o comprometimento mútuo para as ações de ensino, pesquisa e extensão”, enfatizou Wallace.

Ao destacar a excelente avaliação do curso, a administradora da Unidade Penedo, Maria Cristina Ferreira Silva Pires, salientou também a soma dos esforços e comprometimento de docentes, técnicos e alunos: “Sempre buscamos tornar o ambiente universitário acolhedor e comprometido com a formação de engenheiros de produção conscientes de seu papel acadêmico e profissional. Apesar das limitações que a Unidade Educacional vivencia, os servidores da instituição têm buscado dar o seu melhor para construir a universidade que sonhamos. E o fruto da dedicação está na nota 4 obtida com a avaliação do curso de Engenharia de Produção”, declarou.

Empenho e valorização

A professora Jusciney Carvalho, da Procuradoria Educacional Institucional, ao comemorar mais uma avaliação positiva de um curso de graduação da Ufal, enfatizou o empenho da atual gestão da universidade. "Além da equipe do curso, em especial coordenação, discentes e professores, também é preciso reconhecer os esforços envidados pela administração central tendo a magnífica reitora Maria Valéria Costa Correia à frente”, disse.

E aproveitou para complementar: “Precisamos também valorizar o envolvimento e compromisso das equipes da Prograd, PEI, Biblioteca, Sinfra, NTI, CPA e demais instâncias que colaboraram nesse momento tão importante e que estão sempre atuantes junto ao curso". Acrescentou ainda que "sem dúvida esse resultado reflete o grande compromisso e amor pela Engenharia de Produção, ao mesmo tempo em que revela ainda a importância da formação para o desenvolvimento regional e local, do estado de Alagoas".

O resultado também foi celebrado pela pró-reitora de graduação, Sandra Regina Paz que teceu parabéns particularmente ao trabalho de qualidade desenvolvido pela coordenadora Ana Carolina destacando que "deve servir de referência para outras coordenações de cursos de graduação".

Formação

O curso de Engenharia de Produção de Penedo foi criado por meio da Resolução Nº 63/2013 – Consuni, oferta 50 vagas anuais e visa a formação de profissionais para projetar, implantar e gerenciar sistemas de produção, considerando-se os aspectos econômicos, sociais e ambientais, bem como a adequação às exigências do mercado e da sociedade locais e das proximidades. Desta forma, o profissional formado estará apto a desempenhar funções nas áreas tecnológicas e de inovação dentro de empresas e/ou indústrias nacionais e/ou internacionais, bem como em órgãos federais, estaduais e municipais. Atuando de forma direta ou por meio de consultorias visando minimizar gastos e aumentar o faturamento.