Simpósio aborda doenças negligenciadas na SBPC Alagoas

Mesa acontece no dia 24, às 14h, no HU
Por: Klebson Candido - estagiário de Relações Públicas - 16/07/2018 às 08h25 - Atualizado em 17/07/2018 às 15h14
context/imageCaption

Programação diversificada acontece no HU e no Campus A.C. Simões

O Simpósio Saúde, Ciência e Compromisso Social, que acontece nos dias 23 e 24 de julho, durante a SBPC Alagoas, abordará o tema Doenças negligenciadas: desafios na atualidade, no dia 24, às 14h, no Hospital Universitário Professor Alberto Antunes. Também haverá programação no Campus A.C. Simões.              

O médico e professor da Ufal e Uncisal, Fernando Luiz de Andrade Maia e o enfermeiro Fábio Henrique Peixoto Menezes, do HU e da Vigilância da Dengue, Chikungunya e outras arboviroses, da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) são alguns dos convidados a debater o tema.

“Quando se fala em doenças negligenciadas, temos que ter em mente que são enfermidades associadas à questão de pobreza e precárias condições de vida. Infelizmente, mesmo sendo responsáveis por quase metade da carga de doenças nos países em desenvolvimento, os investimentos em pesquisa tradicionalmente não priorizam essa área”, analisou Fábio Menezes.

O enfermeiro falou, ainda, sobre a realização do Simpósio na SBPC Alagoas e do intercâmbio de experiências e informações entre os profissionais e participantes. “Reunir pesquisadores num evento científico desse porte, compartilhar experiências inovadoras e ainda promover a democracia e o controle social com o tema debatido, poderá trazer avanços significativos para o SUS em Alagoas”, disse.

O médico Fernando Maia aponta a importância das políticas públicas para o controle e enfrentamento das doenças negligenciadas. “O papel deve ser o de fomentar ações para o melhor controle dessas doenças, com o investimento em pesquisa de novos medicamentos e vacinas, ações de saúde pública, controle de vetores, e educação em saúde”, frisou.

Para mais informações sobre o evento, acesse aqui.