SBPC Jovem começou e debate sobre saúde marca primeiro dia

O estande é resultado da parceria entre Ufal e Uncisal
Por: Thalis Firmino, estudante de Jornalismo - 23/07/2018 às 16h30 - Atualizado em 23/07/2018 às 16h28
context/imageCaption

Professora do curso de fonoaudiologia, Luciana Castelo, passando as orientações aos participantes

Foram iniciadas hoje (23) as atividades da SBPC Jovem e até o próximo sábado (28), das 8h30 às 11h30 e das 13h30 às 16h30, toda comunidade pode participar das ações que estão sendo desenvolvidas na tenda, no Centro de Educação (Cedu) e no bloco de Biblioteconomia do Campus A.C. Simões da Ufal, em Maceió.

No primeiro dia, o Espaço Saúde atraiu a curiosidade de dezenas de estudantes e professores interessados em debater questões de mudança vocal, perda auditiva no público jovem e desenvolvimento esportivo. Os trabalhos foram apresentados por representantes do Instituto de Educação Física (Iefe) da Ufal e também por membros da Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas (Uncisal).

O doutorando em Ciências da Saúde (Ufal) e membro do projeto de extensão Fábrica Coletiva de Talentos do Iefe-Ufal, Higor Spineli, que trabalha atendendo as comunidades circunvizinhas do Campus no incentivo de práticas esportivas de voleibol e atletismo, ressaltou a importância de representar a Universidade em atividades de avaliação e orientação sobre potência anaeróbica e cálculo do Índice de Massa Corporal (IMC) e se disse animado para os próximos dias. “A SBPC veio com um peso muito grande para o estado de Alagoas que está crescendo no rumo da ciência e, enquanto doutorando da casa, minha expectativa é muito grande e acho que isso vai acrescentar demais para a universidade trazendo muitos benefícios”, finalizou.

Na equipe da Uncisal, a professora do curso de Fonoaudiologia, Luciana Castelo, se mostrou entusiasmada e falou sobre a necessidade de trazer esses debates aos discentes, especialmente às crianças e adolescentes, que tanto se prejudicam com o uso excessivo dos fones de ouvido em volume acima do recomendado. “Nosso objetivo é a conscientização de se ouvir sons em intensidades menores, estamos prestando orientação para que estes evitem os danos na audição”; além disso, Luciana também destacou a parceria entre Ufal e Uncisal nessa ação: “É uma parceria rica para professores, acadêmicos e toda comunidade, bem como para outros estados que também estão vindo com suas universidades para mostrar seus projetos na SBPC Jovem”, concluiu.

Acesse a programação aqui.