Portal do Governo Brasileiro

SBPC Alagoas coloca educação em pauta no Campus Arapiraca

O contexto da educação brasileira é o foco deste primeiro dia do evento
Por: Renata Menezes - jornalista - 19/07/2018 às 13h10 - Atualizado em 19/07/2018 às 13h15
context/imageCaption

Proefessor Marcelo Karloni abordou o acesso à educação no Brasil

O primeiro dia da 70ª Reunião Anual da SBPC no Campus Arapiraca está abordando o contexto atual da educação no Brasil em suas mesas-redondas. Temas como a reforma do ensino médio e a democratização da escolarização foram colocados em pauta pelos palestrantes convidados. 

Na mesa-redonda sobre as implicações da reforma do ensino médio para a educação brasileira, o professor Luís Távora Furtado Ribeiro (UFC) destacou em sua fala a supervalorização do consumo em detrimento de outros valores. Segundo o professor, o surgimento e a ascensão da sociedade de consumo têm implicações profundas no modo como se desenvolvem as relações sociais. Para ele, esse fenômeno tira o foco das questões coletivas e leva-o para o indivíduo.

Em tempos de crise política no país, o professor ainda levantou questões sobre o surgimento de movimentos extremistas, apresentando um panorama histórico sobre a formação do nazismo e do fascismo em paralelo com a educação. Para ele, é justamente a falta de consciência social que abre portas para o surgimento dessas organizações que culminam na violência contra as minorias.

Na mesa-redonda Educação e democracia, os palestrantes se ocuparam da discussão sobre o acesso à escolarização no Brasil, levando em consideração principalmente as questões de classe. Segundo o professor Marcelo Karloni (Ufal), o maior desafio para os educadores é transformar o acesso à escola em um direito e não em um privilégio dos mais ricos, como acontece desde os tempos da colônia. De acordo com Karloni, é a partir dessa democratização que os cidadãos serão conscientizados de seus direitos e terão condições de reivindicá-los.

Já o professor Cícero Adriano (Ufal) destacou a dificuldade de ter acesso ao ensino superior para os moradores de cidades do interior, pois as universidades ainda estão concentradas em centros urbanos. 

Na sequência, o professor Marconi Tabosa (Ufal) trouxe para a discussão questões referentes à reforma do ensino médio e ao projeto Escola sem Partido, destacando os principais prejuízos dessas ações para o desenvolvimento do pensamento crítico. Citando Paulo Freire, ele diz que todos os docentes são dotados de uma certa ideologia, mas devem escolher se esta será inclusiva ou excludente.

O evento

A 70ª Reunião Anual da SBPC tem como sede a Universidade Federal de Alagoas, que está promovendo atividades nos campi de Maceió, Arapiraca e Delmiro Gouveia até o dia 28 de julho. Entre os dias 19 e 21, a programação tem como foco a Educação e a programação inclui mesas-redondas, apresentação de trabalhos, minicursos, oficinas e atividades culturais.

A solenidade de abertura das atividades do Campus Arapiraca acontece na noite desta quinta (19), às 19h, no Teatro Cenecista Thereza Auto Teófilo.