Monitores recebem orientações sobre as atividades na SBPC Alagoas

Os 700 monitores foram separados em duas turmas para o treinamento
Por: Lenilda Luna - jornalista - 04/07/2018 às 11h04
context/imageCaption

O vice-reitor, José Vieira, saudou os monitores

Quem caminha pelo Campus A.C. Simões da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) já nota uma movimentação diferente. Faltando pouco mais de duas semanas para a realização da 70ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) o grande evento científico começa a tomar forma. 

Mas não são apenas as estruturas físicas que sinalizam a aproximação da SBPC Alagoas. A sustentação mais importante de todo esse trabalho que será realizado de 19 a 21 de julho, com a SBPC Educação, e de 22 a 28 de julho, no evento geral, é feita por pessoas que se disponibilizaram a atuar como monitores nos três campi, colaborando na realização das diversas atividades que compõem a programação. 

Na manhã desta terça-feira (3), cerca de 700 monitores foram divididos em duas turmas para receber as primeiras orientações sobre o trabalho que vão realizar. O vice-reitor José Vieira, coordenador local do evento, saudou os colaboradores. “A Reunião Anual da SBPC é um evento histórico, que já enfrentou muitas conjunturas difíceis, para mostrar que a Ciência deve estar à serviço de toda a sociedade”, declarou Vieira. 

Além da programação geral, serão realizados eventos integrados, como SBPC Jovem, SBPC Cultural, SBPC Educação, SBPC Afro e Indígena, SBPC Inovação, ExpoT&C e Dia da Família na Ciência. São múltiplas atividades ocorrendo de modo simultâneo, entre assembleias, conferências, encontros, mesas-redondas, minicursos, sessões especiais, simpósios, sessões de pôsteres, exposições e atividades de ciência, tecnologia e inovação, arte e cultura. 

Em todas essas atividades, os monitores terão o importante papel de orientar os visitantes, coordenar a chegada dos palestrantes, apoiar os organizadores, preparar os equipamentos, recepcionar visitantes no aeroporto, entre outras atribuições. A representante da comissão de monitoria, Berenice Pimentel, explicou aos estudantes quais as tarefas e benefícios podem obter com a atuação no evento. “Serão dias de muito aprendizado e de trocar experiências com estudantes e pesquisadores de todo o país. O trabalho de vocês é imprescindível para a realização de uma grande Reunião Anual da SBPC”, ressaltou a técnica da Ufal.