Evento aborda importância da extensão e de políticas de ações afirmativas

Temas como cotas, bolsas permanência e inclusão entraram no debate
30/04/2018 às 08h46 - Atualizado em 30/04/2018 às 08h46
context/imageCaption

Mesa-redonda foi realizada no COS. Foto: Juliana Amaral

Franklin Lessa - estudante de Jornalismo

O bloco de Comunicação Social da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) sediou a mesa redonda Curricularização da Extensão e Políticas de Ações Afirmativas. A atividade realizada na última quarta-feira (25) teve como convidadas a pró-reitora Joelma Albuquerque e a coordenadora do Núcleo de Estudos Afro-brasileiros (Neab) Lígia Ferreira.

O evento foi aberto ao público e contou com a participação de alunos de diversos cursos, técnicos e a comunidade de modo geral. Eles tiveram a oportunidade de esclarecer dúvidas e debater sobre a relevância da obrigação da extensão dentro do currículo acadêmico, além da compreensão das várias expressões políticas que pautam discussões acerca das ações afirmativas.

O debate ressaltou a função da extensão, que é trazer uma formação profissional cercada de determinadas relações sociais e condições concretas de vida da população. Durante a mesa foi abordada a importância da inclusão, políticas de ações afirmativas, a exemplo de cotas, bolsa permanência, formação curricular, produção do conhecimento, visibilidade, ocupação dos espaços, dentre outros temas.

O evento organizado pelas turmas de 5º período de Jornalismo, coordenado pela professora Lídia Ramires, também contou com a emissão de certificados, que já estão disponíveis online. https://doity.com.br/curricularizacao-da-extensao-e-politicas-de-acoes-afirmativas/certificados