Portal do Governo Brasileiro

Ufal não tem obras paradas, afirma reitora Valéria Correia

A declaração foi feita durante inauguração do prédio do Instituto de Ciências Sociais
28/03/2018 às 18h28 - Atualizado em 02/04/2018 às 13h45
context/imageCaption

Descerramento de placa marcou a inauguração do ICS

Lenilda Luna - jornalista

 

A inauguração do prédio do Instituto de Ciências Sociais (ICS)  da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), realizada na manhã desta quarta-feira (28), foi um momento de comemoração, que reuniu integrantes da gestão, estudantes, técnicos e docentes, mas também representou um ato político em defesa da autonomia universitária.

A reitora Valéria Correia destacou que, ao contrário do que foi veiculado pela imprensa nacional essa semana, a Ufal não tem obras paradas. “Apesar das dificuldades provocadas pelos cortes orçamentários, temos o compromisso e a capacidade administrativa de garantir a continuidade de todas as obras, com ajustes nos cronogramas em função das limitações técnicas e financeiras. Este prédio custou cerca de dois milhões de reais e sabemos o quanto esse investimento é importante para a comunidade”, declarou a reitora.

A questão do andamento das obras também foi destacado pelo Pró-reitor de Gestão Institucional, Flávio Domingos, durante a saudação à comunidade universitária do ICS. “Temos visto reportagens frequentes fazendo ataques à autonomia das Universidades Públicas. Por isso, inaugurar obras nesse contexto é um ato de resistência para demonstrar o papel fundamental das instituições federais de ensino superior no desenvolvimento sócio-econômico deste país”, reforçou Flávio Domingos.

Ciências Sociais

O Curso de Ciências Sociais foi implantado na Ufal em 1993, funcionando como departamento do extinto Centro de Ciências, Letras e Artes (Chla). Com a expansão da Universidade, foram criados novos institutos, entre eles o Instituto de Ciências Sociais, em 2006, mas que, em função de não ter ainda um espaço próprio, ocupou uma ala do Instituto de Ciências Humanas Comunicação e Arte (Ichca).

A inauguração do prédio é considerada um marco para uma nova fase do Instituto. “Estamos há dez anos esperando esse momento. Eu estou na casa há 9 anos e acompanhei esse processo. Por isso entendo a ansiedade e alegria dos colegas professores e dos estudantes. Com o prédio do ICS, estamos reforçando a nossa identidade dentro do Campus. Muitos estudantes nem sabiam da nossa existência, visto que ficávamos submersos no Ichca”, disse o professor Emerson Nascimento, diretor que está encerrando o mandato no ICS.

O novo prédio possibilita melhores condições de funcionamento para o ICS. O espaço é amplo, bem iluminado e ventilado e conta com acessibilidade, inclusive com uma plataforma elevatória para cadeirantes. O professor Júlio Gaudêncio, diretor eleito que toma posse na segunda-feira (2), comemorou a conquista. “Esse prédio é fruto de um esforço coletivo, com apoio da gestão e o trabalho de todos os que integram esse Instituto. Queremos continuar contribuindo com o crescimento do ICS e da Ufal”, finalizou.

Outras obras

A Ufal está envidando esforços para agilizar as adequações nas obras dos dois restaurantes universitários dos campi de Arapiraca e Sertão. Uma reunião foi realizada com os estudantes no início de fevereiro para informar sobre a situação dessas obras. “As nutricionistas já estão contratadas, os equipamentos para o funcionamento estão comprados e existem recursos para o pagamento dos funcionários terceirizados que vão trabalhar no local. Porém, o que impede o funcionamento são algumas adequações de engenharia a serem realizadas nos prédios que foram entregues, pois no momento da vistoria foram encontradas algumas falhas estruturais”, informou a pró-reitora Estudantil Silvana Medeiros, na ocasião.

Por outro lado, há obras ainda não entregues à comunidade em função de uma fiscalização rigorosa da equipe de engenharia, que encontrou inadequações. Nesse sentido, a gestão tem tomado as medidas legais cabíveis. Dentre essas obras estão a piscina e o prédio de laboratórios dos cursos das licenciaturas no campus Arapiraca e os Restaurantes Universitários dos campi do interior.

Sobre o prédio do Curso de Comunicação, uma reunião foi agendada pelo Gabinete reitoral convidando a coordenação do COS, no o dia 11 de abril, para conversar com a reitora Valéria Correia sobre os últimos ajustes. O prédio deve ser inaugurado no final de abril. Já as obras do Complexo Esportivo continuam e novas informações devem ser publicadas em breve.

Para mais informações sobre o andamento de outras obras, entre em contato com a Gerência de Projetos, Obras e Serviços (GPOS) da Superintendência de Infraestrutura (Sinfra) pelo telefone 3214-1509

 

Leia mais sobre a reunião com os estudantes para falar dos restaurantes do interior aqui.