Portal do Governo Brasileiro

Pós-graduação em Engenharia Civil é destaque com trabalhos internacionais

Programa possui conceito 4 na Capes e conta com quatro linhas de pesquisa
06/03/2018 às 10h22 - Atualizado em 07/03/2018 às 15h00
context/imageCaption

Atividades do programa são desenvolvidas em laboratórios estruturados. Foto: Renner Boldrino

Thamires Ribeiro – estagiária de Jornalismo

Os programas de pós-graduação da Universidade Federal de Alagoas têm impulsionado a qualidade dos trabalhos científicos. Um exemplo disso é o de Engenharia Civil (PPGEC), do Centro de Tecnologia (Ctec), que possui conceito 4 na Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e dispõe de diversos trabalhos em cooperação internacional.

Recentemente, um dos membros fundadores do programa, professor Adeildo Ramos Júnior, teve seu artigo, intitulado Material nonlinear topology optimization using the ground structure method with a discrete filtering scheme, incluso na lista do Top 10 Downloads, no site da Springer´s Mechanical Journals. O trabalho foi elaborado em conjunto com o professor Glaucio Paulino e Xiaojia Zhang, do Georgia Institute of Technology (GIT).

O artigo aborda o desenvolvimento de algoritmos computacionais na área de otimização topológica de estruturas. De acordo com o professor Adeildo Ramos Júnior, essa otimização atende diversas áreas da engenharia e setores industriais.

“Foi uma grande surpresa e satisfação. Fomos citados cinco vezes em menos de um ano. Nossa esperança é que ao menos pequena parte dos 26 mil dowloads se transformem em citações. Isso permitirá uma maior visibilidade ao nosso trabalho e fortalece nosso curso de graduação e nosso convênio com o GIT”, revelou o docente.

O coordenador do colegiado do PPGEC, Wayne Assis, frisa que “outros trabalhos relevantes decorrentes de outras frentes de cooperações internacionais também foram desenvolvidos no PPGEC, os quais contribuem para a melhoria dos indicadores científicos e percepção dos esforços envidados à internacionalização e excelência do programa”.

Sobre o PPGEC

As atividades de ensino e pesquisa do programa são desenvolvidas em três laboratórios do Campus A.C. Simões. No Laboratório de Computação Científica e Visualização (LCCV), o de Estruturas e Materiais (Lema) e o de Geotecnia (LABGEO). Neles são estudadas quatro linhas de pesquisa: a mecânica dos materiais e estruturas; Estruturas e geomecânica do petróleo; Novos materiais e materiais não convencionais; e Métodos computacionais.

Na Ufal, o programa foi implantado em 2002 e desde então já formou 68 mestres, onde 12 deles fazem parte do quadro docente da Universidade. O PPGEC conta com 11 docentes e três professores bolsistas do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Atualmente, 43 engenheiros civis, de petróleo e mecânica, são alunos da pós-graduação.

O coordenador Wayne Assis acredita que o programa “tem dado uma relevante contribuição para a minimização da carência de profissionais pós-graduados, através da formação de mestres em Engenharia Civil, os quais vêm desempenhando atividades docentes ou atuando na prática da engenharia”.

“O programa tem conseguido uma rápida e significativa evolução de sua infraestrutura física e laboratorial, contando com o avanço de recursos computacionais e com aparelhos experimentais que tem contribuido para a consolidação da Ufal como uma importante instituição para o desenvolvimento científico, tecnológico e social, regional e nacional”, declarou Assis.

O professor ressaltou ainda a importância do programa para todos os campi da Universidade, seja na sede ou no interior. “Ao longo de sua história, o PPGEC já dotou a Ufal de diversos engenheiros com nível de mestrado em seu quadro funcional, contribuindo para uma nova versão de engenharia aplicada dentro dos campi. Nesse caso, a inserção na equipe de professores dos campi do interior já se dá de forma integrada, com parcerias em pesquisa e manutenção das atividades de seus egressos junto ao PPGEC”, expôs o coordenador.

Curso de doutorado

De acordo com a coordenação do PPGEC, a Capes está analisando uma proposta, submetida em 2017, da criação de um curso de doutorado vinculado ao PPGEC.

“Em caso de aprovação da proposta, prevê-se a implantação de um ambiente propício para a formação de mestres e doutores com habilitação para o desenvolvimento e aplicação de técnicas avançadas para análise e projeto de estruturas e de materiais estruturais, que são temas de alta relevância para os avanços das condições tecnológicas da região Nordeste”, explicou o professor Wayne Assis.