Portal do Governo Brasileiro

Ufal sedia encontro que debate economia política e comunicação

Evento da Ulepicc encerra nesta sexta-feira (30)
Por: Ascom Semed - 29/11/2018 às 15h00 - Atualizado em 29/11/2018 às 13h57

O 7º Encontro Nacional da União Latina de Economia Política da Informação, da Comunicação e da Cultura (Ulepicc) tem como sede a Universidade Federal de Alagoas, no Campus A. C. Simões, em Maceió. O encontro acontece até esta sexta-feira (30), durante todo dia, e conta com diversas mesas, lançamentos de livros, eventos culturais e a Assembleia da Ulepicc-Brasil.

A Ulepicc é uma associação sem fins lucrativos fundada em 2004 com o objetivo de agrupar pesquisadores e profissionais das comunicações, sem distinção de gênero, credo político ou religioso, interessados em contribuir na reflexão sobre os problemas da comunicação e permitir o intercâmbio de informações e experiências entre pesquisadores da área na América Latina.

Os encontros são realizados a cada dois anos desde 2006, e essa edição traz o tema Os 30 anos de Economia Política da Comunicação e o Brasil pós-golpe. Mesas-redondas e sete Grupos de Trabalho (GT´s) distintos fazem parte da programação. São eles: GT1 – Políticas de comunicação; GT2 – Comunicação pública, popular ou alternativa; GT3 – Indústrias midiáticas; GT4 – Políticas culturais e economia política da cultura; GT5 – Teorias e temas emergentes; GT6 Epistemologia da informação, da comunicação e da cultura; e GT7 – Estudos críticos em ciência da informação.

Um dos organizadores do evento e professor da Ufal, Júlio Arantes, fala da experiência de trazer um evento desse porte para Alagoas e da conexão do tema com o momento atual.

“Já algum tempo estamos planejando trazer o Encontro para Ufal, porque economia política é uma temática a ser debatida e pesquisada em todo país e o tema escolhido para essa edição coincide com eleições em que a participação das mídias nas construções narrativas foram uma parte essencial do processo”, destacou.

As inscrições ainda estão abertas para estudantes, professores e profissionais na área. Basta acessar o site.