Portal do Governo Brasileiro

Vice-Cônsul dos Estados Unidos faz palestra sobre visto estudantil

Americana Edith Lee e sua assistente de visto Patricia Melo falaram sobre passo a passo para o visto
Por: Alane Moraes e Pei Shung Fon, estudantes de Relações Públicas - 08/11/2018 às 07h30 - Atualizado em 08/11/2018 às 12h49
context/imageCaption

Assessoria de Intercâmbio da Ufal ressaltou a sua importância e que tem como objetivo dar suporte aos alunos

Na tarde da última terça-feira (6), a Assessoria de Intercâmbio da Ufal (ASI) com o apoio da Pró-reitoria de Extensão (Proex) promoveu a palestra sobre a obtenção do visto de estudo e intercâmbio dos Estados Unidos da América (EUA), ministrada pela Vice-Cônsul americana Edith Lee e sua assistente de visto Patricia Melo. O evento aconteceu na Sala de Conselhos, localizada na reitoria do Campus A.C. Simões.

O início da palestra foi marcado com dicas sobre o preenchimento dos formulários para o visto americano, bem como para o agendamento, o passo a passo para a coleta das digitais e a entrevista realizada no consulado americano no Brasil, que ficam localizados nas cidades de São Paulo, Brasília, Recife, Rio de Janeiro e Porto Alegre.

Um dos pontos importantes abordados foram sobre os documentos necessários para a obtenção do visto, como por exemplo, estar cadastrados no site da Student and Exchange Visitor Information System (SEVIS), o recibo de pagamento da taxa referente ao visto e a certidão de vínculo com alguma instituição de ensino brasileira, que facilitará como comprovação de ligação com o Brasil. Foi pontuado também que deve-se estar atento às informações falsas sobre intercâmbio e que não é preciso comprovar que já possui uma residência nos EUA, contanto que tenha o comprovante enviado pela instituição de origem. A Vice-Cônsul acredita ser uma boa oportunidade entrar em contato com os alunos que desejam fazer intercâmbio: “Muitos alunos têm o interesse de viajar e estudar fora do país e para mim é uma boa oportunidade de explicar os processos e as oportunidades encontradas nos Estados Unidos”, salienta.

No final, a Assessoria de Intercâmbio da Ufal ressaltou a sua importância e que tem como objetivo dar suporte aos alunos, pesquisadores e técnicos na hora da escolha da instituição e com a tradução de documentos, históricos e textos para a língua inglesa. Segundo a assessora de intercâmbio da Ufal, Maria Luciene Dias de Melo, foi muito importante receber a palestra para sanar as dúvidas da comunidade acadêmica sobre como obter o visto estudantil gerando visibilidade e assessoria: “É uma oportunidade muito boa para os alunos e pesquisadores esclarecerem as dúvidas sobre com tirar o visto estudantil.”