Portal do Governo Brasileiro

Encontro de Sociologia com o Ensino Médio é realizado na Ufal

O evento foi composto por duas mesas que debateram temas relacionados a área das Ciências Sociais
Por: Pedro Ivon - estagiário de Jornalismo - 07/11/2018 às 09h52 - Atualizado em 07/11/2018 às 09h54
context/imageCaption

Encontro de Sociologia com o Ensino Médio. Foto: Pedro Ivon

Foi realizado, na manhã desta terça-feira (6), no auditório da Reitoria do Campus A.C. Simões, o 2º Encontro de Sociologia com o Ensino Médio, coordenado pelo professor Cristiano Bodart, do Centro de Educação (Cedu) da Universidade Federal de Alagoas (Ufal). O encontro reuniu cerca de cem alunos do ensino médio do Colégio Rosalvo Ribeiro dos Santos e debateu sobre questões ligadas a área das Ciências Sociais.

“O intuito é trazer alguns jovens para a universidade, para ter um contato inicial com aquilo que fazemos, ter uma experiência com as atividades acadêmicas”, explicou o docente do Cedu. “São dois objetivos: um é despertar o senso crítico nos alunos, conhecer um pouco do que a sociologia proporciona a quem se dedica a estudá-la e, dois, proporcionar aos alunos um contato maior com a universidade”, acrescentou.

O evento foi composto por duas mesas que tiveram como tema O pensamento crítico e as fake news e O conhecimento sociológico. Participaram da primeira o professor Welkson Pires e o aluno de licenciatura em Ciências Sociais, Caio Santos. A segunda mesa foi integrada por Bodart e pelo aluno de bacharelado de Ciências Sociais, Ewerton de Souza. Cada mesa teve um tempo médio de 30 minutos, com abertura para questionamento por parte do público. A mediação foi realizada pela professora do ensino médio, Kamila Silvestre, graduada em Ciências Sociais pela Ufal.

O professor Welkson falou sobre as características e as implicações das fake news no meio público, enquanto o aluno Caio Santos ressaltou a importância para a democracia de interagirmos com outros pontos de vista. Já Cristiano, na segunda mesa, falou sobre a atividade sociológica como artesania, ressaltando que o indivíduo é fruto de uma série de ações que vivenciou. Ewerton, após a fala do docente, explicou a importância da sociologia para as pessoas e que é preciso haver o confronto de diversos pontos de vista.

Entre as mesas foi realizada uma apresentação de um grupo de alunos do Rosalvo Ribeiro, que cantou músicas nacionais, como Malandragem, de Cássia Eller e Pais e Filhos, de Legião Urbana. Após essas atividades, os estudantes fizeram um tour pelo campus.