Portal do Governo Brasileiro

Evento reúne procuradores educacionais de instituições de ensino

O encontro contou com a presença de instâncias reguladoras de ensino do MEC e ocorre em parceria com o Instituto Federal de Alagoas
Por: Cairo Martins - estagiário de Jornalismo - 19/10/2018 às 10h51
context/imageCaption

Virgínia Borges Amaral, coordenadora de pós-graduação da Propep

Nesta quinta-feira (18), a Universidade Federal de Alagoas deu início ao 8º Encontro Nacional de Procuradores Institucionais das Instituições Federais de Ensino Superior, realizado em parceria com o Instituto Federal de Alagoas (Ifal). O evento tem como objetivo ampliar a relação entre instâncias responsáveis pelo ensino superior do país além de promover o aperfeiçoamento das atividades dos profissionais. 

Na edição deste ano, a programação trouxe um diferencial, que foi a conferência de abertura ministrada pela coordenadora de pós-graduação da Ufal, Virgínia Borges Amaral, com o tema A avaliação da educação superior nas instituições públicas: tensões e tendências. Segundo a servidora, a importância da qualificação do profissional de educação vai além da classificação de títulos. 

“Ter título de doutor, não faz professor. É real a necessidade em formar e qualificar para ensinar. É preciso pensar estrategicamente quais são as possibilidades para que estas ações possam capacitar, de fato, o quadro docentes das nossas instituições”, declarou a professora do Centro de Educação (Cedu). 

A procuradora educacional da Ufal, Jusciney Carvalho ressalta que a participação dos profissionais nos encontros, que acontecem anualmente, amplia o diálogo com as instâncias na qual os procuradores têm relação direta. “Além do diálogo, o evento também é um momento de formação para os novos procuradores educacionais”, frisa. 

Na ocasião, o assessor do gabinete reitoral, Thiago Leandro da Cruz Neto, apresentou o estudo de caso do processo de recredenciamento da Ufal junto ao MEC, onde elevou a nota conceito da instituição de três para quatro. “Esse momento foi de suma importância, onde ele contou de todo o envolvimento da comunidade entre técnicos, estudantes e docentes e da comissão formada que conseguiu organizar os trabalhos que efetivamente elevaram o conceito institucional para quatro”, destacou Jusciney. 

Participaram do evento representantes da Secretaria de Regulação e Supervisão da Educação Superior (Seres) e do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Ambas as instâncias tiveram espaço na programação para tratar das ações voltadas para as Instituições Federais (Ifes). 

Nesta sexta-feira (19), o pró-reitor de Administração do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Triângulo Mineiro (IFTM), Marcos Antônio Maciel Pereira, ministra uma palestra intitulada O processo de distribuição Orçamentária dos Institutos.