Portal do Governo Brasileiro

Escola Técnica de Artes promove encontro de cordas

Quarta edição do evento terá três convidados: Alessandro Borgomanero, Paulo França e Fábio Presgrave
Por: Simoneide Araújo - jornalista colaboradora - 11/10/2018 às 08h05 - Atualizado em 11/10/2018 às 08h06
context/imageCaption

Arte de divulgação

Durante três dias, Maceió vai sediar o 4º Encontro de Cordas, promovido pela Escola Técnica de Artes (ETA) da Universidade Federal de Alagoas, com a participação de convidados especiais: os professores Alessandro Borgomanero [violino], Paulo França [viola] e Fábio Presgrave [violoncello], que vão participar de masterclasses e concertos. O evento,  totalmente gratuito, acontece de 15 a 17 de outubro no Espaço Cultural da Ufal e, no último dia, o concerto de encerramento será no Complexo Cultural Teatro Deodoro, às 19h.

As inscrições estão sendo feitas até esta quinta-feira, 11 de outubro. Coordenado pela professora Lilian Pereira, o encontro é realizado anualmente desde 2015. “É um encontro acadêmico e artístico e busca promover o contato didático e artístico dos alunos dos  cursos de Música da Ufal, bem como de toda a comunidade maceioense”, definiu.

A edição 2018 segue o mesmo formato das anteriores, com masterclasses - aulas abertas, nas quais os alunos vão poder tocar para o professor convidado, que vai avaliar o desempenho de maneira técnica em relação às questões de Interpretação musical. “É uma oportunidade que o aluno ativo [o que irá tocar]te, de ganhar novos conhecimentos a partir de seu desempenho na execução]. Nas marterclasses também tem a categoria do alunos ouvintes, aqueles que desfrutarão das aulas como ouvintes, mas que podem fazer perguntas ao professor sobre os temas abordados”, destacou Lilian Pereira.

De acordo com Lilian, são as marterclasses que proporcionam o contato de jovens músicos com grandes mestres. “Esse contato se dá seja em festivais de grande porte, seja em ações acadêmicas como os encontros que realizamos na nossa Escola Técnica de Artes. A cada ano trazemos professores convidados e, em  meio a tantas dificuldades, manter um evento dessa importância pelo quarto ano consecutivo, nos mostra que esse é um caminho de relevância acadêmica e artística’, disse.

Além dos convidados que vêm ao encontro, a Camerata da ETA também vai participar da programação, com direção e violino da professora Lilian.

Os convidados

Nascido em Roma, Alessandro Borgomanero é violinista, maestro e professor da Universidade Federal de Goiás, com mestrado pela Universidade de Música Mozarteum, de Salzburg, em 1992, na classe do violinista Ruggiero Ricci. Já se apresentou como solista em várias orquestras pelo mundo e com a maioria das orquestras sinfônicas do Brasil. No ano de 2005 apresentou-se como solista com a Orquestra de Câmera do Kremlin, na Rússia, em dois concertos no auditório do Kremlin em Moscou.

Em 2009 fez a estreia do concerto para violino de Jaime Zenamon com a Orquestra Sinfônica do Paraná e, em 2015, foi convidado para tocar a estreia mundial do Concerto para Violino, Sax e Orquestra, de Helene Rasquier, no Carnegie Hall de Nova Iorque com a New York Sinfonietta.

De 2003 a 2007 foi o regente titular da Orquestra de Câmara Goyazes, liderando o grupo em mais de 90 concertos, incluindo a primeira turnê pelos estados do Rio de Janeiro e Minas Gerais. Em 2012 assumiu o mesmo cargo na Orquestra Filarmônica de Goiás, onde ficou até 2017, sendo um dos responsáveis pela reestruturação e desenvolvimento artístico do grupo.

Em 2011 gravou um CD com obras inéditas de compositores brasileiros para violino e orquestra, atuando como solista e diretor artístico da Camerata Filarmônica de Goiás. Em 2018 foi convidado para ser o diretor artístico do 1º Festival Música no Forte, em Fernando de Noronha, e do Festival Música na Serra Dourada, na antiga capital de Goiás.

Paulo França, professor de viola e música de câmera da UFRN, desde 2009, é bacharel pela Universidade Federal da Paraíba e mestre pela Hochschule für Musik Karlsruhe [Universidade Superior de Música Karlsruhe– Alemanha]. Iniciou seus estudos em Viola no curso de extensão da UFPB, na classe do professor Samuel Espinoza. Posteriormente estudou com Luiz Carlos Durier, na Escola de Música Anthenor Navarro.

Participou como músico convidado na Orquestra Sinfônica da Paraíba, no 21º Festival Internacional de Música de Belém do Pará, nos 7º e 8º Encontros de Cordas de São Luiz do Maranhão, no Festival Virtuosi, nas orquestras do Estado de Mato Grosso e de Ouro Preto, no Festival de Cordas Nathan Schwartzman e Música na Estrada em Santarém-PA.

Obteve nota máxima em seu recital de conclusão de mestrado, sob orientação do professor Johannes Lüthy, pela Hochschule für Musik Karlsruhe, onde também participou de diversos projetos e turnês pelo Brasil e Alemanha, assim como gravação de CDs. Também frequentou as classes de Hartmut Höll, Michael Uhde, Martin Ostertag, Fany Solter, Nachum Erlich e Andreas Weiss. Desenvolve intensa atividade camerística com o Quarterto Eli-Eri e Quinteto Uirapuru.

O violoncelista carioca Fábio Presgrave, também professor da UFRN, recebeu seus títulos de bacharel e mestre em Performance pela Juilliard School of Music em Nova Iorque, onde estudou com Harvey Shapiro e Joel Krosnick. Apresentou-se como solista junto a Qatar Philharmonic, orquestras Filarmônica de Rosário (Argentina) e Sinfônica Brasileira e com dezenas de outros grupos do Brasil. É doutor pela Unicamp.

Suas apresentações recentes incluem recitais de violoncelo solo na Espanha, nas cidades de Oviedo e Gijón; no Musikhuset de Aarhus, na Dinamarca; na Série “Klassik in Moabit”, em Berlim; e na temporada do Villa Musica, na Alemanha. Também se apresentou com Daniel Guedes e Erika Leroux, no Orchestrazentrum de Dortmund e na Série Kamper Konzert onde o jornal RP de Linftort destacou a “expressividade do som amplo e aveludado do seu violoncelo”.

Ministrou masterclasses em centros de ensino musical, como Sibelius Academy (Finlândia), Royal Academy of Music (Dinamarca), Folkwang Universitaet der Kunste (Essen-Alemanha) e Festival Internacional de Campos do Jordão. Na UFRN também é coordenador do Programa de Pós-graduação em Música e de Relações Internacionais da EMUFRN. É professor colaborador do Programa de Pós-graduação de Música da USP.

Em parceria com Matias de Oliveira Pinto realizou sua pesquisa de pós-doutorado na Universidade de Muenster, onde recentemente atuou como professor visitante.

Programação

Segunda-feira, 15 de outubro

Das 9h às 11h – Masterclass com os professores e monitor convidados

Das 11h às 12h30 – Ensaio dos professores

Das 14 às 17h – Ensaio com a Camerata formada pelos participantes do

Encontro

Terça-feira, 16 de outubro

Das 9h às 11h – Masterclass com os professores e monitor convidados

Das 11h às 12h30 – Ensaio dos professores

Das 14 às 17h – Ensaio com a Camerata formada pelos participantes do

Encontro

Quarta-feira, 17 de outubro

14h30 – Ensaio geral

17h30 - Concerto final do 4º Encontro de Cordas da ETA-Ufal, com a participação dos professores e alunos do encontro.

SERVIÇO

O quê: 4º Encontro de Cordas da Escola Técnica de Artes da Ufal

Onde: Masterclasses e ensaios na Escola Técnica de Artes e Espaço Cultural da Ufal, na Praça Visconde de Sinimbu, e concerto de encerramento no Complexo Cultural do Teatro Deodoro, às 18h

Quando: de 15 a 17 de outubro

Entrada gratuita