Portal do Governo Brasileiro

Campus do Sertão lança Observatório Étnico-racial, Gênero e Sexualidade

A solenidade de lançamento será na segunda-feira (25) em Delmiro Gouveia
22/09/2017 às 12h53 - Atualizado em 25/09/2017 às 18h06
context/imageCaption

Arte de divulgação

Diana Monteiro - jornalista

O Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre Diversidade e Educação no Sertão Alagoano lança na próxima segunda-feira (25), no mini-auditório da sede da Ufal em Delmiro Gouveia, o Observatório Étnico-racial, Gênero e Sexualidade. A solenidade tem início às 14h com atividades até às 18h.

Conforme a programação, além da apresentação do Observatório, estão definidos debates. A partir das 15h30 a palestra tem como tema A violência LGBT no contexto brasileiro, com Marian Reidel, coordenador geral de Promoção dos Direitos Humanos LGBT da Secretaria de Direitos Humanos do Governo Federal. A coordenação do debate terá a responsabilidade da Secretaria da Mulher e Direitos Humanos (Semudh-AL).

Às 16h30, o debate tem como tema O papel do Conselho Nacional LGBT seguido da apresentação da pesquisa com foco na violência contra negras e negros LGBT. A palestra será proferida por Washington Luiz Dias, do Conselho Nacional LGBT/Rede Nacional de Negras e Negros LGBT. O debate terá a coordenação do Ndes e a partir das 17h30 haverá atividade de encerramento.

O Observatório é um dos projetos aprovados pelo Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (Pibic) 2017/2018, vinculado ao Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre Diversidade e Educação no Sertão Alagoano que tem como parceiros: Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/AL), Secretaria de Estado da Mulher e Direitos Humanos (Semudh) e Grupo de Gays e Lésbicas de Delmiro Gouveia (Glad). A palestra dará direito a certificado de quatro horas.

Clique aqui para fazer sua inscrição