Bienal do Livro de Alagoas inicia agendamento de escolas

A 8ª Bienal Internacional do Livro de Alagoas deverá receber cerca de 30 mil estudantes do ensino infantil ao Ejai

01/09/2017 17h27 - Atualizado em 04/09/2017 às 14h22
context/imageCaption

Agendamento de escolas deve seguir critérios das secretarias

Márcia Alencar – jornalista

Já estão sendo realizadas as inscrições de escolas públicas e privadas de Maceió e do interior do Estado para visitação à 8ª Bienal Internacional do Livro de Alagoas. O evento será realizado de 29 de setembro a 8 de outubro, no Centro de Convenções Ruth Cardoso, numa promoção da Universidade Federal de Alagoas, por meio da Editora Universitária (Edufal), Governo do Estado e Prefeitura de Maceió.

As inscrições podem ser feitas até o período da Bienal, apenas online, pelo site www.bienaldolivroal.com.br, que fará o direcionamento para o Termo de Responsabilidade e o Formulário de Agendamento, a depender da natureza pública ou privada da instituição.  Para mais informações e esclarecer dúvidas, basta enviar e-mail para visitasbienal.al@gmail.com.

Segundo a coordenadora de Agendamento de Escolas da equipe da Bienal, Iris Danielle Tenório, o evento receberá 40 escolas por turno e cerca de 30 mil estudantes – nos horários da manhã (10h às 12h); tarde (13h às 17h) e noite (18h às 22h)  - com turmas de crianças a partir de 3 anos, Educação Infantil, e alunos do Ensino de Jovens, Adultos e Idosos - Ejai (restritos à noite). “Avisamos aos coordenadores de escolas que os portões só serão abertos às 10 h para os primeiros visitantes. Não adianta chegar muito cedo”, relembra Iris.

Os monitores da Bienal receberão os grupos em cada turno e farão o direcionamento às diversas atividades da programação, como apresentações culturais, palestras e livreiros, que acontecem no salão grande do Centro de Convenções e também no Teatro Gustavo Leite. “As visitas só serão agendadas para o período de segunda a sexta-feira, de 2 a 6 de outubro, informa a coordenadora.

O diretor da Edufal, professor Osvaldo Maciel, aproveita para ressaltar a importância de cumprir o Termo de Responsabilidade assinado para as visitas. “As escolas devem levar apenas o número de alunos acertados, previamente, para a segurança de todos. O número de escolas já é definido por turnos para garantir o número viável de estudantes nos espaços dos eventos”, destaca.

No site www.bienaldolivroal.com.br você pode ficar por dentro da variada programação e dos autores e convidados já confirmados. A 8ª Bienal Internacional do Livro de Alagoas, com o tema Livros que envolvem, leituras que libertam, faz homenagem aos 200 anos de Alagoas. O evento é gratuito e aberto ao público nos três horários.

Agendamento das escolas públicas

Os profissionais da educação pública devem ficar atentos às orientações das secretarias de Educação. Para as escolas públicas de Alagoas o processo difere um pouco das unidades particulares, devido aos procedimentos estabelecidos pela Secretaria Estadual de Educação (Seduc) e Secretaria Municipal de Educação (Semed), que este ano mantém o vale-livro para alunos e professores da rede pública municipal.

A Diretoria de Gestão Educacional da Semed selecionou 54 Unidades de Ensino da rede municipal, obedecendo ao limite de 1.200 crianças/alunos por dia. Em relação ao Ejai, serão 800 estudantes no horário noturno. As limitações atendem às recomendações de segurança da organização da Bienal.

Para atender os alunos da rede municipal, as coordenadorias estabeleceram critérios para seleção das escolas que irão ao evento. No caso das crianças de Educação Infantil, participarão as que frequentam os centros municipais de Educação Infantil que já utilizam transporte escolar para o translado, sem necessidade de contratação de novos transportes, e as com faixa etária de quatro a cinco anos por se encontrarem em processo de letramento.

Para os alunos do ensino fundamental, os critérios de seleção estabelecidos são escolas atendidas pelo transporte escolar e que possuam turmas do 5º ao 9º ano que participarão da Prova Brasil 2017.

Já para as escolas de Educação de Jovens, Adultos e Idosos (Ejai), serão selecionadas as unidades que realizam projetos voltados para a leitura, onde os docentes participam das formações continuadas da Semed, que promovam ações extraclasse, das diversas regiões administrativas e que utilizam o transporte escolar.

Para mais informações, acesse a Comunicação Interna emitida pela Diretoria de Gestão Educacional da Semed.

Confira a lista de escolas municipais selecionadas.