Ufal realiza a 14ª Semana de Economia em agosto

Evento discute o cenário de crise do país e os impactos para as populações alagoana e brasileira

04/08/2017 08h53 - Atualizado em 04/08/2017 às 10h36
context/imageCaption

Arte de divulgação

Janaina Alves - relações públicas 

O Programa de Educação Tutorial (PET) de Economia da Ufal realiza, entre os dias 14 e 18 de agosto, a 14ª edição da Semana de Economia. Este ano, o evento discutirá o cenário atual de crise pelo qual passa o Brasil e os impactos e reflexos dela nas populações brasileira e alagoana. As atividades acontecem no auditório Nabuco Lopes, localizado no prédio da Reitoria, no Campus A.C. Simões, e no Auditório da Faculdade de Serviço Social (FSSO). A programação segue abaixo. 

No primeiro dia de debates as palestras serão voltadas para o contexto do estado de Alagoas. Pela manhã, a partir das 9h, Osvaldo Maciel, diretor da Edufal e doutor em História pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) fará um resgate histórico sobre a formação de Alagoas e as perspectivas de desenvolvimento. À noite, o economista e professor da Ufal, Cícero Péricles, apresentará questões referentes ao cenário econômico de Alagoas no contexto da crise econômica e política. Participa, ainda, o economista e presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa de Alagoas (Fapeal), Fábio Guedes, que apresentará um panorama sobre a Ciência e Tecnologia e as políticas de investimento implementadas em Alagoas. 

O evento contará com outros convidados especialistas no assunto no cenário nacional e local, como a professora da Universidade Federal de Uberlândia (UFU), Vanessa Petrelli, que vai discutir alternativas de política econômica para o país, e o professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Eduardo Costa Pinto, que apresentará o jogo político-econômico vivenciado atualmente. Já os professores alagoanos Basile Christopoulos (Seune) e Luciana Caetano (Feac) discutirão as reformas da previdência e trabalhista, contribuindo para uma melhor compreensão das medidas implementadas pelo governo.

Outras informações podem ser acessadas no site do evento ou na página do PET Facebook.