Ufal vai receber recursos para continuar algumas obras

Complexo Esportivo ganhará aditivo e Centro de Energias Renováveis tem construção garantida

05/06/2017 11h52 - Atualizado em 06/06/2017 às 12h03
context/imageCaption

A reitora Valéria Correia com o ministro Marx Beltrão

Manuella Soares - jornalista

A reitora Valéria Correia retorna de Brasília com boas notícias para a Ufal. Em mais uma reunião, na última quarta-feira (31), com o ministro do Turismo Marx Beltrão ela teve a confirmação da liberação de recursos que haviam sido negociados este ano.

A Ufal vai receber um aporte de R$ 2,2 milhões do Ministério da Educação, para a construção do curso de Engenharia de Energias Renováveis, ligado ao Centro de Ciências Agrárias (Ceca). O pedido de apoio financeiro aconteceu na visita da reitora à Brasília, em março, quando Valéria apresentou os projetos para submissão de verbas de Bancada e Ministérios referentes ao novo Centro da Ufal. O projeto arquitetônico tem um orçamento preliminar de aproximadamente R$ 2 milhões, sendo dividido para construção de dois blocos.

Já o aditivo de R$ 2,5 milhões necessário para concluir o Complexo Esportivo foi confirmado e garante a continuidade do projeto que está na fase final, com 84% pronto. A reitora havia apresentado um ofício, em abril, pedindo a liberação da verba devido à judicialização do processo por parte do consórcio responsável pela obra.

Na reunião, Correia também tratou sobre o projeto de construção do Campus Penedo, das quadras esportivas para os campi do interior e reforçou o pedido de ajuda financeira para reformas dos museus da Ufal.

“Falei [para o ministro] sobre a prioridade com a reforma no Museu Theo Brandão, mas ele só poderá sinalizar algo de positivo no segundo semestre, devido ao contingenciamento de 68% nos recursos do Ministério do Turismo”, destacou a reitora.