Ufal lança site da 8ª Bienal Internacional do Livro de Alagoas

O evento será na terça-feira, 6 de junho, na sede da Edufal, Campus A. C. Simões, com programação variada

02/06/2017 16h41 - Atualizado em 05/06/2017 às 10h59
context/imageCaption

Convite para lançamento do site da Bienal, no dia 6 de junho

Márcia Alencar – jornalista
 
A Universidade Federal de Alagoas (Ufal), por meio da Editora Universitária (Edufal), promove, na próxima terça-feira, 6 de junho, a partir das 9h, o lançamento do site da 8ª Bienal Internacional do Livro de Alagoas.
O evento será na sede da Edufal, no Campus A. C. Simões e a programação variada conta com o lançamento dos livros A Construção de Lygia Fagundes Telles, de Nilton Resende e Lacan Chinês (2ª edição), de Cleyton Andrade, além de apresentação da Camerata da Escola Técnica de Artes, com regência da professora Lilian Pereira e café junino.
A Bienal 2017 será realizada no Centro de Convenções de Maceió, de 29 de setembro a 8 de outubro, com o tema Livros que envolvem, leituras que libertam, em comemoração aos 200 anos da Emancipação Política de Alagoas. 
Segundo o diretor da Edufal, professor Osvaldo Maciel, a 8ª Bienal do Livro está sendo pensada com carinho por uma comissão envolvendo diversos servidores da Universidade e funcionários da Fundepes. “É grande o esforço para realizar o evento em uma conjuntura atípica no país. Esperamos manter a beleza, contando com atrações que serão apresentadas no evento de lançamento do site”, destaca o diretor. A 8ª Bienal de Alagoas é uma realização da Ufal, em parceria com Fundepes, Governo do Estado e Prefeitura de Maceió.
 
A programadora visual da Assessoria de Comunicação da Ufal, Camila Fialho, destaca que o lançamento do site é uma etapa importante no processo de concepção do evento, pois atende a grande curiosidade do público nas redes sociais para saber as atrações já confirmadas e inicia alguns serviços tradicionais oferecidos por esse tipo de evento. “O site promove o agendamento de visitas para as escolas e facilita a negociação com expositores e pessoas que querem fazer parte de alguma maneira deste evento tão agregador que é a Bienal de Alagoas”, destaca Camila.

Na ocasião do lançamento do site, a comissão organizadora também apresentará oficialmente o tema do evento Livros que envolvem, leituras que libertam, fazendo alusão aos 200 anos de emancipação de Alagoas. “Somos envolvidos pelos livros e entramos em um mundo paralelo enquanto estamos lendo, mas a leitura nos torna livres, pois, por meio dela, podemos refletir e conhecer nossos próprios pensamentos”, explica Camila Fialho, responsável pela criação da identidade visual do evento, com base no conceito “As páginas de Alagoas”, onde harmonizou elementos que lembram a identidade cultural do Estado.

“Os elementos têm força visual presentes nos folguedos e no artesanato. O formato faz referência ao mapa de Alagoas desconstruído, sem delimitação de fronteiras. O fitilho colorido, que tem movimento próprio, foi usado como uma metáfora para a semente do conhecimento que abraçará e envolverá a sociedade alagoana por meio da Bienal”, destaca.
 
As redes sociais da 8ª Bienal Internacional do Livro de Alagoas já podem ser acessadas pelo Facebook, Instagram e Twiter.