Grupo Clowns de Quinta promove oficina para palhaços de hospitais

Inscrições podem ser feitas on-line

10/04/2017 11h01 - Atualizado em 11/04/2017 às 13h19
context/imageCaption

Arte de divulgação

Simoneide Araujo – jornalista colaboradora

A graça além do riso é nova oficina promovida pelo Clowns de Quinta, grupo de pesquisa da Universidade Federal de Alagoas, ligado ao curso de licenciatura em Teatro. Será nos dia 14 e 15 de abril, na sala de dança do Complexo Cultural Teatro Deodoro, em Maceió, das 9h às 17h. A inscrição custa R$ 100 e pode ser feita em plataforma on-line, até esta segunda-feira (10).

A oficina é mais uma ação do Cadê meu Nariz, evento promovido pelo Clowns de Quinta, que acontece a cada dois anos, e conta com apoio da Diretoria de Teatros de Alagoas (Diteal). Podem participar estudantes da área da Saúde, que trabalham como palhaços em hospitais, além de atores, estudantes de Teatro e outros interessados.

Quem participar terá a chance de trabalhar conteúdos como história do palhaço; jogos improvisos e cômicos; linguagens não verbais; fórmulas cômicas; esquetes clássicas e a busca e o aprimoramento do palhaço interior. “A oficina A graça além do riso propõe a busca e a reflexão pelo ‘estado de graça’, por meio da sintonia, da intimidade, da empatia, da cumplicidade, transportando o público – paciente ou interno – para um espaço de experimentações únicas que podem ir da gargalhada até a barriga doer ou os olhos marejados de emoção”, disseram os organizadores.

A equipe do Clows de Quinta garante que, na oficina, o riso não será tratado como foco central do palhaço. “Sorrir, rir, gargalhar! Será o riso a exclusiva missão do palhaço? Vamos mostrar que o riso é uma consequência de uma relação de empatia de dois seres inteiros e plenos”, revelaram.

O grupo

O Clows de Quinta é um grupo de pesquisa que tem como linha de estudo a comicidade, utilizando a linguagem circense e a arte do Palhaço. É coordenado pelo professor Ivanildo Piccoli e formado pelos estudantes Elaine Lima, David Oliveira e Nathaly Pereira.