Paespe inaugura Biblioteca em clima de realização e alegria

Livros, textos e materiais didáticos beneficiarão aos estudantes do ensino médio que participam do projeto extensionista
02/04/2015 às 15h21 - Atualizado em 02/04/2015 às 15h28
context/imageCaption

Espaço reúne cerca de mil livros

Déborah Moraes – estudante de Jornalismo

Depois de mais de 20 anos de trabalho na Universidade Federal de Alagoas (Ufal), o Programa de Apoio às Escolas Públicas do Estado (Paespe) inaugurou na última sexta-feira (27) a sua tão aguardada Biblioteca. A cerimônia, realizada no prédio do Centro de Tecnologia (Ctec), onde funciona o programa no Campus A.C. Simões, em Maceió, foi alegre, festiva e contou com a presença de vários professores e alunos do projeto.

O vice-diretor do Ctec, Luciano Barbosa, traçou um panorama da história do Paespe e de outros projetos de extensão do Centro, seguido pelo professor, Roberaldo Carvalho, coordenador do programa, que falou do processo até a inauguração do espaço. "Há cerca de 5 anos, começamos a adquirir os livros para os alunos do Paespe, por meio da Biblioteca Central e outros projetos do Ctec. Os livros ficavam na minha sala e os meninos já tinham acesso a eles, mas lógico, não havia um local adequado para armazenamento e leitura. Foi quando há dois anos, a garagem do prédio do Ceeng [Projeto Conhecer e Experimentar as Engenharias] virou um recinto onde nós começamos a construir a Biblioteca", relatou o professor.

Estiveram também presentes na cerimônia o pró-reitor de Graduação, Amauri Barros e a vice-reitora, Rachel Rocha, que falou de sua admiração pelo projeto e do apoio que a Universidade dá a iniciativas como esta. "Particularmente, eu sou fã do Paespe. Esse é um projeto que trouxe muita gente para Ufal, pessoas que hoje fazem parte do nosso corpo docente, inclusive. É obrigação da Ufal apoiar e dar o suporte que puder para que esse e outros programas continuem a acontecer", declarou.

A Biblioteca que conta com cerca de mil títulos, dentre livros, textos e material didático e que servirá aos estudantes de ensino médio atendidos pelo Paespe e Paespe Jr., durante três dias na semana, leva o nome do professor do Instituto de Matemática (IM) e membro da equipe do Paespe, Francisco Vieira Barros. Os estudantes poderão utilizar o espaço para estudar ou levar o livro pra casa em forma de empréstimo, utilizando o próprio cadastro do programa.

Para o aluno de Engenharia Química, que dá aulas de matemática e química no Paespe e Paespe Jr., Wildson Leite, a biblioteca é um grande ganho que beneficiará os alunos inclusive em sala de aula. "O acesso aos livros é importante para os alunos poderem utilizar antes ou depois das aulas do Paespe como forma de continuar seus estudos. Com um espaço organizado eles poderão realizar suas atividades com mais tempo e mais conforto e certamente aprenderão e apreenderão mais", concluiu.

Paespe e Paespe Jr.

O Paespe é um programa voltado para alunos do Ensino Médio, oferecendo aulas de preparação para o Enem. As seleções para o Paespe são realizadas geralmente nos meses de novembro e abertas para alunos de quaisquer escolas públicas. Os candidatos passam por provas de português e matemática, além de fazerem uma redação relatando suas experiências de vida e responderem a um questionário socioeconômico para alunos do 1º e 2º anos do Ensino Médio, que concorrem à 50 vagas para cada série. A frequência, o comportamento e o auxílio dos pais fazem parte da pedagogia do Paespe. Também são ofertados cursos de informática para os pais dos alunos, com duração de três meses.