Hospital Universitário realiza mutirão para prevenir câncer colorretal

Além do HU, outros três hospitais em Maceió foram contemplados com a iniciativa

09/04/2015 16h56
context/imageCaption

Hospital Universitário realiza mutirão para prevenir câncer colorretal

Tâmara Albuquerque - Ascom HU

O mutirão de prevenção ao câncer colorretal, promovido pela Sociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva (Sobed), assegurou o exame de colonoscopia para pacientes do Hospital Universitário (HU) que, apesar da indicação, não conseguia acesso ao procedimento pelo SUS. A colonoscopia é considerada um exame com alto potencial de prevenção do câncer colorretal porque permite a retirada do pólipo que pode se transformar num câncer.

A doméstica Maria Barbosa Pacheco, residente em Campo Alegre, chegou cedo ao hospital para se submeter ao procedimento. Com 70 anos, ela conta que retirou um tumor no reto em 2012, passou por tratamentos na oncologia e sua médica havia solicitado a colonoscopia para controle. “Não senti absolutamente nada no exame porque estava dormindo. O ruim só foi a preparação para o exame, porque a pessoa fica sem se alimentar direito na véspera”, disse a paciente.

Os familiares da doméstica enfatizaram a importância do mutirão para garantir acesso ao exame e comentaram sobre a dificuldade em conseguir o exame na rede pública. Além do HUPAA, outros três hospitais em Maceió foram contemplados com o mutirão, cuja primeira edição foi realizado em Campinas (SP).

A iniciativa da Sobed visa alertar à população para o câncer colorretal, o segundo com maior incidência no mundo e com elevada taxa de mortalidade. Os médicos do HU recomendam o exame a qualquer cidadão a partir dos 50 anos e orientam à população entre 50 e 75 anos ficar alerta para alguns sintomas da doença, como presença de sangue nas fezes, dor e cólicas abdominais frequentes com mais de 30 dias de duração, alteração repentina no ritmo intestinal, emagrecimento rápido, além de anemia e fadiga.