Ufal vai receber coordenadores da Universidade Aberta do Brasil

Fórum Nacional acontece nos dias 29 e 30 de maio; na pauta avanços, obstáculos e as perspectivas do Sistema UAB

15/04/2014 09h40 - Atualizado em 14/08/2014 às 10h27
context/imageCaption

Professor Fernando Pimentel, vice-coordenador da Cied

Ascom Cied

Coordenadores do Sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB) estarão em Maceió nos dias 29 e 30 de maio para participar da primeira reunião extraordinária de 2014 do Fórum Nacional de Coordenadores UAB. As próximas serão em agosto (Florianópolis, Santa Catarina) e novembro em Porto Alegre, Rio Grande do Sul.

A reunião extraordinária acontece duas ou três vezes ao ano e é um momento em que os coordenadores das Instituições do Ensino Superior (IES), que ofertam EAD no Sistema UAB, se encontram para discutir os avanços, os obstáculos e as perspectivas da oferta dos cursos e outras ações da UAB.

A UAB é um sistema coordenado pela DED/CAPES. Este sistema é composto, hoje, por 104 Instituições Públicas de Ensino Superior. Os coordenadores e coordenadores adjuntos participam de um Fórum Nacional dos Coordenadores UAB. Como estamos neste sistema, e integrantes do Fórum, as reuniões ordinárias (convocadas pela DED/CAPES) e as extraordinárias (as IPES participam por adesão, e não por convocação) servem para a troca de ideias, informações, articulações e definições de políticas públicas que tenham como foco a EAD. Nas últimas reuniões (médias de três ao ano), discutimos muito sobre a institucionalização da EAD nas universidades.

Pauta

“Netas reuniões buscamos definir o que é significativo para nossas IPES e àquilo que devemos conversar com a DED/CAPES ou com o Ministério da Educação para o êxito das nossas ações de EAD”, disse o vice-coordenador da Cied/Ufal, Fernando Pimentel. Ele ressalta que a Universidade Federal de Alagoas (Ufal) tem participado ativamente de todas as reuniões do Fórum dos Coordenadores, nas reuniões e no ambiente virtual do fórum, apresentando questões ou soluções que encontradas em Alagoas.

“A importância em receber o Fórum, com os coordenadores e adjuntos das 104 IPES, está exatamente no sentido de que estamos para compartilhar com o sistema. A pauta da reunião é nacional, definida pelo Fórum, mas o fato da Ufal acolher o Fórum é significativo, pois somos todos colaboradores do sistema”, reforça Pimentel.