Ufal é contemplada com mais de R$ 1,8 milhão para investir na pós-graduação

Projeto Pró-equipamentos concorreu a edital da Capes e teve aprovação na íntegra; Fapeal também é financiadora e universidade dará contrapartida de mais R$ 1 milhão

10/09/2013 17h25 - Atualizado em 14/08/2014 às 10h30
context/imageCaption

Pró-reitora Simoni Meneghetti, reitor Eurico Lôbo, vice-reitora Rachel Rocha e pró-reitor Valmir Pedrosa

Manuella Soares e Simoneide Araújo - jornalistas

Os programas de pós-graduação da Universidade Federal de Alagoas ganham mais um importante investimento para compra de equipamentos. Os recursos da ordem de R$ 1.320.000,00 foram aprovado por meio da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) no edital do Programa Pró-equipamentos Institucional.

São 12 subprojetos, com 25 equipamentos de médio porte, que equivalem a R$ 2.820.000,00. Além do valor investido pela Capes, a Fundação de Amparo à Pesquisa de Alagoas (Fapeal) também destinou R$ 500 mil e a gestão da Ufal vai dar de contrapartida mais R$ 1 milhão. Essa boa notícia foi dada pelo reitor Eurico Lôbo e pela pró-reitora de Pesquisa e Pós-graduação, Simoni Meneghetti, aos pesquisadores que submeteram as propostas vencedoras, durante reunião nesta terça-feira, 10 .

O reitor Eurico Lôbo destaca o importante passo para o incentivo à pesquisa na Ufal e aproveita o momento para parabenizar o esforço coletivo dos pesquisadores. Todos estão de parabéns pelo participação em vários projetos visando à consolidação da nossa pesquisa e da nossa pós-graduação. Vocês [os pesquisadores] são os grande atores de produção de conhecimento na nossa instituição e no Estado”, ressaltou.

Eurico Lôbo destaca ainda que, além da contrapartida de R$ 1 milhão para aquisição dos equipamentos, a Ufal vai arcar com todas as despesas do processo de importação. “É nosso papel, enquanto gestão, apoiar e investir nos projetos e no trabalho dessa equipe de pesquisadores”, completou.

O edital

De acordo com o edital, o recurso aprovado será destinado para equipamentos de uso compartilhado na estrutura de pesquisa científica e tecnológica dos programas de pós-graduação e/ou relacionados ao objetivo e às linhas de pesquisa dos programas de pós-graduação da instituição. A proposta submetida pela Ufal foi aprovada na íntegra e vai contemplar os subprojetos classificados em chamada interna.

O edital tem se constituído em uma oportunidade de aquisição de equipamentos de médio porte de vital importância para o incremento da qualidade e abrangência das pesquisas e pós-graduação na Ufal”, comemorou a pró-reitora da Propep, Simoni Meneghetti, ao parabenizar toda equipe vencedora do Pró-equipamentos.

Outros recursos

A Fapeal fará um aporte de mais R$ 500 mil, em contrapartida, garantindo a aquisição dos itens previstos em sete subprojetos que mapeou a demanda qualificada da Ufal. Por outro lado, o esforço da gestão é conjunta e, a Pró-reitoria de Gestão Institucional (Proginst) já definiu investimento da ordem de R$ 1 milhão, na perspectiva de atender a todos os projetos qualificados em 2013 na Propep.

Dentro da orientação do reitor de apoiar a qualificação da pós-graduação da Ufal, a Proginst conseguiu reservar R$ 1 milhão para compra de equipamentos destinados aos cursos de pós-graduação que já passaram pelos critérios de mérito científico. A previsão é que a entrega dos equipamentos importados seja no primeiro trimestre de 2014”, ressaltou o pró-reitor  de Gestão, Valmir Pedrosa.

Ao todo, serão R$ 2,8 milhões em equipamentos que vão beneficiar estudantes, professores e pesquisadores da pós-graduação da Ufal.