"Tutor é de fundamental importância nos cursos de EAD”

A coordenadora do Núcleo de Tutoria da Cied, Rosana Sarita Araújo, explica a seriedade no processo de seleção, formação e acompanhamento do trabalho dos tutores

05/09/2013 17h35 - Atualizado em 14/08/2014 às 10h30
context/imageCaption

Rosana Sarita Araújo, coordenadora do Núcleo de Tutoria da Cied

Juliana Cavalcanti – estudante de Jornalismo          

A Coordenadoria Institucional de Educação a Distância (Cied) da Universidade Federal de Alagoas realiza duas seleções para tutores por ano. Em média, são 450 profissionais para os cursos de graduação, especialização, extensão e aperfeiçoamento, ofertados em diversos municípios do Estado. A coordenadora do Núcleo de Tutoria da Cied, Rosana Sarita Araújo, explica o funcionamento do processo de seleção, o acompanhamento e a importância do tutor para a EAD. Confira a entrevista.           

Qual a importância do tutor no processo da EAD no sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB)?
O tutor é de fundamental importância nos cursos de EAD, tendo em vista que ele é o sujeito que acompanha o aluno desde o desenvolvimento do processo de ensino e aprendizagem, quanto nas questões técnico pedagógica do curso.

A Cied conta agora com mais cursos de graduação, pós, extensão e aperfeiçoamento. Qual o total de tutores que fazem parte dessa estrutura?

Não temos um total preciso, pois a cada semestre este quantitativo é variável com a entrada e saída de novos cursos, mas trabalhamos com uma média de mais de 450 tutores em atividade.      

Nos processos seletivos, qual o perfil que a Cied busca para o futuro tutor?

O perfil do tutor, do ponto de vista administrativo, atende aos requisitos da Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior), que exige do tutor formação na área de atuação e vínculo com o setor público. No que se remete à esfera pedagógica, buscamos o tutor que melhor se adéque a cada área do conhecimento, perfil este traçado pela coordenação de cada curso.

Existem diferenças no processo ensino-aprendizagem EAD entre o tutor e o professor?
O tutor desenvolve a atividade docente, mas existem diferenças nas atribuições, considerando que o professor da disciplina tem a responsabilidade global do processo de ensino e aprendizagem; o tutor tem atribuições mais específicas de acompanhamento do desenvolvimento deste processo.

Como é feita a capacitação desses tutores?

O Núcleo de Tutoria em parceria com o Núcleo de Formação da Cied promove uma formação inicial aos tutores selecionados, este momento introdutório tem como objeto apresentar o cenário da EAD na Ufal e a atividade de tutoria nos nossos cursos. A Cied já tem um projeto de formação continuada para o quadro de tutores que, em breve, será ofertado sistematicamente.

E qual a importância do acompanhamento do desempenho deles?

O acompanhamento dos tutores é desencadeado pelos professores e coordenadores de tutoria de cada curso. A avaliação dos tutores é prevista desde o início e tem impacto direto na permanência ou afastamento do tutor nas atividades. A CIED tem se empenhado em buscar parâmetros para a avaliação e ferramentas para a condução de um acompanhamento qualitativo.

Quais os principais obstáculos que eles enfrentam no dia a dia?

A atividade de tutoria em si já é um desafio. É o exercício desta prática que conduz a uma atuação significativa. Desafios como prestar um atendimento de qualidade ao aluno estão intimamente relacionados com a parceria entre professor e tutor, o bom funcionamento dos recursos tecnológicos, a participação dos alunos, entre tantas outras variáveis que permeiam o curso.

E como a Cied ajuda na superação?

A Cied está presente junto aos cursos buscando atender as necessidades, bem como auxiliar nas diferentes atividades necessárias que subsidiam o funcionamento do curso, desde a produção do material, a formação dos professores e tutores e procedimentos administrativo, técnico e pedagógico que envolve o andamento do mesmo.