Projeto busca fortalecer cultura da pesquisa na área de educação em Alagoas

Revista Debates em Educação é uma iniciativa do Programa de Pós-Graduação em Educação da Ufal
15/02/2013 às 11h50 - Atualizado em 14/08/2014 às 10h31
context/imageCaption

Professora Laura Pizzi, editora da revista, destaca a importância de fortalecer a cultura de pesquisa em educação no Estado

Deriky Pereira – Estudante de Jornalismo

O fortalecimento da cultura de pesquisa em educação no Estado de Alagoas é o foco de uma iniciativa elaborada pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Alagoas (PPGE/Ufal). Criada em 2009, a revista Debates em Educação conta com artigos nacionais e internacionais de pesquisadores da área.

De acordo com a professora Laura Pizzi, editora da revista, a intenção é publicar artigos produzidos por alunos e professores de programas de pós-graduação, em particular de mestrado e doutorado, cujo foco seja a pesquisa em educação. “A revista publica trabalhos inéditos, no campo da educação, produzidos por autores brasileiros e estrangeiros desde que reflitam um caráter científico”, explicou.

O caráter científico desses trabalhos é perceptível, de acordo com Laura, por meio da metodologia utilizada pelos autores e o debate teórico aprofundado. “As publicações devem ter um caráter de pesquisa, ou seja, que contenham uma problematização teórica e uma metodologia de pesquisa bem definida. Além de divulgar essas produções, a intenção da revista é fortalecer uma cultura de pesquisa em educação no Estado de Alagoas”, reforçou a professora.

Como participar

Professores e estudantes que tenham a intenção de colaborar com a publicação de trabalhos, encontrarão na revista um espaço de debate entre os pesquisadores e a comunidade, que procura promover a pluralidade de pensamentos e estilos presentes no cenário da educação atual. De acordo com a professora, todo o processo é online, em fluxo contínuo.

“Os interessados devem fazer sua inscrição no site da revista. Os trabalhos submetidos serão avaliados por pareceristas, indicados pela Comissão Editorial, e os pareceres permitem três possibilidades: aceitação integral, aceitação parcial com reformulações ou recusa integral”, revelou. Os autores dos textos submetidos poderão acompanhar o processo avaliativo pelo site da revista.

Atendimento às normas éticas, de redação e publicação, atualidade e relevância do tema, além de originalidade, consistência científica também serão critérios considerados pelos avaliadores. “O processo avaliativo deve durar em torno de três a quatro semanas, dependendo da disponibilidade dos pareceristas, que serão selecionados a partir da afinidade com a temática a ser avaliada”, complementou Laura Pizzi, ao destacar que uma vez aceito, o material não poderá sofrer alterações.

Esforço e reconhecimento

De acordo com a professora, existem poucas revistas científicas na área de educação, nas regiões Norte e Nordeste, com qualificações Qualis B2 ou mais. Em Alagoas, a revista Debates em Educação possui conceito Qualis B5 em avaliação realizada pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) no triênio passado. Essa foi a primeira avaliação da revista que ainda é considerada nova.

“Qualis é o conjunto de procedimentos utilizados pela Capes para estratificação da qualidade da produção intelectual dos programas de pós-graduação, que afere a qualidade de artigos e outros tipos de produção pela análise da qualidade dos veículos de divulgação, ou seja, periódicos científicos. "A nossa revista é Qualis B5, mas há um esforço do PPGE com o apoio do Centro de Educação (Cedu) e da Ufal para que esse conceito possa melhorar a cada triênio”, salientou.

“Com periodicidade semestral e sempre buscando estimular a cultura da pesquisa em educação, a revista possui boas perspectivas de crescimento, especialmente por ser online e recente”, complementou Laura, ao reforçar que a próxima edição deve sair muito em breve. Mas, se você tem interesse em conhecer sobre o projeto ou gostaria de ler as edições anteriores, pode visitar o site da revista.