Centro de Ciências Agrárias deve ter novos cursos de pós-graduação

19/08/2011 às 15h08 - Atualizado em 13/08/2014 às 11h08
context/imageCaption

Paulo Vanderlei recebe a reitora e o vice-reitor no gabinete

O Centro de Ciências Agrárias deverá ter três novos cursos de pós-graduação em 2012: os cursos de Mestrado Profissionalizante em Energias Alternativas e Doutorado em Produção Vegetal estão em processo de avaliação pelo Conselho Universitário. O anúncio foi feito pelo diretor Paulo Vanderlei, ao receber em seu gabinete a reitora Ana Dayse Dorea, o vice-reitor Eurico Lôbo e assessores, no dia 15 de agosto. Também participaram da reunião o professor Gaus Andrade, vice-diretor e o professor Geraldo Veríssimo, coordenador do Programa de Melhoramento Genético da Cana-de-Açúcar (PMGCA).

A reitora Ana Dayse aproveitou a oportunidade para conhecer os novos prédios concluídos e em obras, que vão reforçar a estrutura da unidade acadêmica, ampliando os espaços para as aulas e pesquisas na graduação de Agronomia e Zootecnia e na pós-graduação em Agronomia, em Zootecnia e em Proteção de Plantas. O PMGCA ganha novo prédio ainda esse ano, bem amplo e que vai abrigar a equipe de estudos e pesquisas nessa área. Os recursos vieram da Finep.

Dois novos prédios de laboratórios já estão à disposição de estudantes e professores, financiados pelo Ministério da Ciência e Tecnologia, Finep e Fapeal. Também foi visitado pela equipe o prédio do Restaurante Universitário, reformado e recuperado dentro de projeto moderno e que abriga diariamente 120 pessoas para o almoço.

A reitora Ana Dayse falou sobre a satisfação de ver o crescimento do Centro de Ciências Agrárias, fruto de investimento permanente e baseado nas necessidades reais da comunidade acadêmica. O professor Paulo Vanderlei agradeceu a visita e falou da satisfação de ver os projetos concretizados, com projeção maior para os próximos anos, devido aos novos cursos que chegam ao Centro de Ciências Agrárias, localizado no espaço e prédios do extinto Planalsucar. O reitor eleito Eurico Lôbo destacou o crescimento do Ceca e seus muitos projetos para os próximos anos.