Estudantes de Comunicãção compartilham experiências em congresso


01/06/2011 11h22 - Atualizado em 13/08/2014 às 11h07
context/imageCaption

Alunos do primeiro grupo atendido pelo projeto

 Avanny Oliveira – Jornalista

O projeto de extensão “Juventude, Educação e Comunicação Alternativa” (JECA), desenvolvido por alunos de comunicação da Universidade Federal de Alagoas e alunos de duas escolas públicas da capital, realiza, nos dias 1, 2, e 3 de junho, em Natal, o I Encontro Nordestino de (in)Formação em Mídias Alternativas e Educomunicação (ENFORMAE). O evento organizado pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte reúne alunos de comunicação da região nordeste para discutir conceitos e reflexões sobre mídia alternativa e Educomunicação.

 

Os integrantes do JECA particpam com o objetivo principal de compartilhar atividades já desenvolvidas há cerca de dois anos em Maceió. A equipe formada por jornalistas, alunos de comunicação e alunos do ensino médio das escolas públicas Ovídio Edgard (Clima Bom) e Geraldo Melo (Graciliano Ramos) estão no congresso representando os cerca de 30 integrantes do projeto extensionista.

 

Blog

 

Na programação do evento, além de palestras, mesarredondas, círculo de debates, grupos de discussão e videoconferências, também tem oficinas para produção de zine, vídeo, jornal mural, rádio comunitária, criação e design de blogs e fotodocumentarismo.

 

Dentre os convidados para o evento, estão presentes o professor Ismar de Oliveira, coordenador do Curso de Graduação em Educomunicação da USP, e a jornalista Lillian Romão, diretora executiva da ONG Viração de São Paulo. Quem estiver interessado em acompanhar as informações sobre o evento pode acessar o blog

 

JECA

 

O projeto de extensão é reconhecido pela Universidade Federal de Alagoas desde 2010, onde recebeu certificado de excelência acadêmica, sendo reconhecido como um dos melhores projetos de extensão da universidade.

 

Atualmente o projeto desenvolve, nas escolas Ovídio Edgard e Geraldo Melo, oficinas de comunicação, com discussões baseadas em princípios da Educomunicação, estimulando a produção crítica por parte dos alunos e possibilita aos graduandos a possibilidade de levar seus conhecimentos técnicos à comunidade.