Portal do Governo Brasileiro

O Diletante é encenado no Espaço Cultural

11/08/2009 às 10h49 - Atualizado em 13/08/2014 às 06h55
context/imageCaption

Estréia 11 de agosto

A peça O Diletante, montada pelos alunos do Curso Técnico Profissionalizante de Formação do Ator e Atriz - módulo II, esta em cartaz até dia 13, às 19h30, no laboratório de Expressão Cênica da Escola Técnica de Artes Espaço Cultural da UFAL, Praça Sinimbu, 206 – Centro.

O espetáculo teatral, que tem a direção de Juliana Teles, é uma adaptação do texto de Martins Pena. A peça O Diletante foi escrita no século XIX e fala da tentativa de José Antônio, homem rico, citadino e fanático por ópera, de casar sua filha Josefina com Marcelo, um fazendeiro paulista rico. O único "defeito" de Marcelo é ser afeito às modinhas e lundus, predileções musicais que José Antônio considera rudes.

Mas Josefina ama Gaudêncio Mendes: jovem e belo advogado, desonesto e mau-caráter. A diferença de gostos musicais, aliados a uma artimanha de Gaudêncio – que ganha a simpatia de José Antônio ao fingir ser cantor – termina por fazer com que José Antonio desista da idéia do casamento. Dessa forma, O Diletante promove um embate entre a cultura dita erudita e a popular, abrindo espaço para reflexão sobre a identidade cultural brasileira.

A Escola

A Escola Técnica de Artes da UFAL tem por objetivo preparar profissionais técnicos na área da Arte, nas linguagens artísticas, Teatro, Música e Dança e em outras que vierem a ser criadas, neste nível. O Curso Técnico Profissionalizante de Formação do Ator em funcionamento há quinze anos e reconhecido pelo MEC há oito anos migrou imediatamente para a Escola logo após a sua aprovação.

 

A Escola Técnica de Artes da Ufal entende a formação Técnica Profissional em Artes não apenas como o embasamento técnico, teórico e prático, mas também como a educação de um cidadão e cidadã críticos, que atuam conscientemente, por meio de sua linguagem artística, para melhoria e transformação do mercado e da sociedade.