PET de Engenharia Civil seleciona bolsistas

Os inscritos para a seleção de novos bolsistas do grupo PET de Engenharia Civil da Ufal deverão estar atentos às datas das provas. O Programa de Educação Tutorial contribui com a qualidade da formação acadêmica e tem alguns exemplos de bons resultados, como os estudantes David Anderson e Rosane Barbosa.

05/03/2009 10h36 - Atualizado em 13/08/2014 às 00h14
context/imageCaption

Rosane e David

Os inscritos para a seleção de novos bolsistas do grupo PET de Engenharia Civil da Ufal deverão estar atentos às datas: 12/03 (quinta-feira) - prova de redação e entrevista escrita; 13/03 (sexta-feira) - prova de cálculo e física; 20/03 (sexta-feira) - entrevista oral. O candidato deve comparecer com meia hora de antecedência à sala de permanência do PET.  O não comparecimento do candidato a qualquer uma dessas etapas da seleção acarretará em eliminação.

Histórico do PET

Iniciado em 1979 na Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), o PET – Programa de Educação Tutorial – foi transferido em dezembro de 1999 para a Secretaria de Educação Superior (SESu), do Ministério da Educação (MEC).

Atualmente, está sob a responsabilidade da Coordenação-Geral de Relações Estudantis (CGRE) da Diretoria de Políticas e Programas de Graduação da Educação Superior (DIPES).

O PET é desenvolvido por grupos de estudantes, com tutoria de um docente, organizados a partir de cursos de graduação das Instituições de Ensino Superior do país, sendo um grupo por curso, orientado pelo princípio da indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão e da educação tutorial.

Os objetivos deste Programa são desenvolver atividades acadêmicas em padrões de qualidade de excelência, mediante grupos de aprendizagem tutorial de natureza coletiva e interdisciplinar;  contribuir para a elevação da qualidade da formação acadêmica dos alunos de graduação; estimular a formação de profissionais e docentes de elevada qualificação técnica, científica, tecnológica e acadêmica; formular novas estratégias de desenvolvimento e modernização do ensino superior no país e estimular o espírito crítico, bem como a atuação profissional pautada pela ética, pela cidadania e pela função social da educação superior.

Exemplos de bons resultados

Recém-formado no curso de Engenharia Civil na Universidade Federal de Alagoas e petiano desde 2005, David Anderson Cardoso Dantas foi aprovado no mestrado em Engenharia de Estruturas da Universidade de São Paulo - São Carlos (UPS/EESC). O petiano obteve aprovação também no mestrado em Engenharia de Estruturas da Universidade Federal de Alagoas.

Também petiana desde 2005 e recém-formada Engenheira Civil, Rosane Barbosa Lopes Cavalcante foi aprovada no mestrado de Recursos Hídricos e Saneamento Ambiental da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, no Instituto de Pesquisas Hidráulicas (IPH), obtendo o primeiro lugar na classificação. A ex-coordenadora do grupo PET Engenharia Civil foi aprovada também no mestrado de Recursos Hídricos da Universidade Federal de Alagoas.

Mais informações: http://www.pet.ufal.br/petcivil/.