Campus do Sertão amplia espaço em Delmiro Gouveia

O prefeito de Delmiro Gouveia, empresário Luis Carlos Costa, mais conhecido como Lula Cabeleira, doou um terreno de 25 hectares, que era propriedade dele, para a Universidade Federal de Alagoas ampliar o projeto do Campus do Sertão. A entrega do documento e escritura do terreno aconteceu na última sexta-feira, 27 de março, em Delmiro.

31/03/2009 09h32 - Atualizado em 13/08/2014 às 00h37
context/imageCaption

Reitora agradece a doação do terreno

Jacqueline Freire – estagiária de Jornalismo

No mesmo dia, a reitora Ana Dayse Dorea e o prefeito Lula Cabeleira assinaram o protocolo de intenções que promove o convênio da Ufal com o município. O primeiro terreno doado à universidade possuía cinco hectares e era considerado pequeno para a amplitude da construção.

A reitora Ana Dayse comentou sobre a ida da Ufal para o sertão, frisando que o novo Campus será uma grande fonte de desenvolvimento para o povo. “A Universidade estimula o desenvolvimento local. Não é apenas a chegada de professores, mas a transferência de conhecimento e pesquisa para a região. De parabéns estão, não somente a Universidade e o município de Delmiro, mas a juventude, para quem nós estamos trabalhando; daqui a alguns anos, vamos ter a alegria de ver uma outra Delmiro, porque aqui chegou uma Universidade pública, gratuita e de qualidade, para alavancar o desenvolvimento da região com a modernidade”, ressaltou a reitora em seu discurso.

Já o prefeito de Delmiro Gouveia disse estar muito contente de receber a Universidade no município. "Para este lugar que tanto almeja uma universidade, este é um dia ímpar. Jamais medirei esforços para que isto seja realizado. Sabemos das dificuldades e dos custos de quem tem que sair daqui para estudar”, disse.

A professora Edméia Nunes, diretora do Campus do Sertão, afirmou que a Universidade não é apenas um prédio, mas resultados das pessoas que estão ali. “Contamos com vocês, alunos, para construirmos uma Universidade que seja a nossa cara, que seja a cara do sertão”, disse.

O professor Valmar Correa de Andrade, reitor da Universidade Federal Rural de Pernambuco, disse que as consequências daquele dia serão percebidas daqui a alguns anos "com o desenvolvimento regional e econômico da região”. Dirigindo-se aos estudantes presentes, afirmou que eles terão a oportunidade de estudar, gerar conhecimento e emprego sem sair de perto da família. "Considerem-se presenteados, mas acreditem que este presente não é gratuito, vocês terão que se esforçar. Haverá desafios. Lutem, vençam e façam deste um lugar privilegiado, uma região melhor”, convocou o reitor. 

Presentes na solenidade o assessor jurídico do prefeito, Mendes de Barros, os vereadores Geraldo Xavier e Francisco de Assis, o professor da Ufal e responsável pelo projeto arquitetônico do Campus do Sertão, Jorge Marcelo Cruz, o professor Niraldo de Farias, da Assessoria Internacional da Ufal, e o professor Williams Soares, diretor do Campus Arapiraca.

O Campus do Sertão realizará vestibular, já no final do ano, para os cursos Engenharia Civil, Produção Industrial, Pedagogia, Economia e Ciências Contábeis, além das licenciaturas em História, Geografia e Letras. As aulas já devem iniciar no primeiro semestre de 2010. 

Leia também:

Instituto Xingó empossa diretoria