Biblioteca Central amplia setor de pesquisa


27/03/2009 09h23 - Atualizado em 13/08/2014 às 00h37
context/imageCaption

Bernadete Pereira, coordenadora da Sid

Lívia Santana – estagiária de Jornalismo

Desde dezembro de 2008, o Setor de Informação e Documentação (Sid) da Biblioteca Central da Ufal ganhou um espaço mais amplo. O setor de pesquisas acadêmicas agora se chama Via Pesquisa e segundo a coordenadora, Bernadete Pereira, “é um espaço para os alunos aprenderem a pesquisar e oferece uma ferramenta de busca para trabalhos acadêmicos”.

O Via Pesquisa funciona das 7h às 22h e qualquer estudante ou professor universitário pode ter acesso, inclusive de outras faculdades. Para efetuar o cadastro no setor, basta fornecer alguns dados como número de matrícula, endereço, e-mail e número do telefone. Sites que não sejam de buscas ou de cunho acadêmico são bloqueados na rede. Não há limite de tempo para pesquisar, exceto se outros alunos estiverem esperando.

O espaço disponibiliza orientação à pesquisa, levantamento bibliográfico, orientação para normalização de trabalhos acadêmicos, pesquisas bibliográficas em bases de dados on-line, impressão de artigos on-line, comutação bibliográfica, treinamento em grupo para ensinar a pesquisar, empréstimo entre Bibliotecas Federais (onde o aluno só paga a tarifa do sedex), pedidos de artigos científicos que não estejam disponíveis na rede, periódicos com textos completos e acesso ao portal da pesquisa (e-books, que são livros eletrônicos). No caso do interessado não dispor de tempo para pesquisar, há pessoas disponíveis que fazem este serviço, buscando até trinta referências, mediante pagamento.

“A gente fica mais informado, faz as pesquisas acadêmicas. É uma grande ajuda” diz o aluno do 5° período de História, Fernando da Silva, que utiliza o espaço para pesquisa há oito meses.

Maria Helena Lessa, uma das bibliotecárias de pesquisa, conta que está havendo uma maior procura desde que o espaço foi ampliado e que, por isso, a diretora do Sistema de Bibliotecas (Sibi), Cristiane Estevão, está pensando em ampliar ainda mais o setor.