Quase 100% dos professores do campus Arapiraca tem mestrado e doutorado


29/01/2009 10h48 - Atualizado em 13/08/2014 às 00h08

Em entrevista à Radio CBN – Maceió, nesta quarta-feira, 28 de janeiro, a reitora da Universidade Federal de Alagoas, professora Ana Dayse Dorea, falou sobre os 48 anos da instituição e destacou as principais atividades realizadas.

A Universidade surgiu em 1961 e conta atualmente com 61 cursos de graduação, 22 de pós-graduação, entre mestrado e doutorado e 190 grupos de pesquisa.

No Campus do interior, cerca de 92% dos professores possuem mestrado e doutorado, o que revela a qualidade do ensino oferecido para os estudantes de Arapiraca e outros municípios.  Além disso, está prevista a contratação de cerca de 180 novos professores e 40 técnicos administrativos para o campus Arapiraca e pólos, gerando assim mais emprego e desenvolvimento para a cidade.

A universidade pública atrai novas escolas e as vagas da universidade são, na maioria, destinadas à comunidade circunvizinha. “Nesta gestão, a nossa principal meta é a qualidade e o grande projeto da Universidade é a expansão”, afirma a reitora Ana Dayse.

Com um orçamento médio de 370 milhões, maior que o de vários municípios alagoanos, a Ufal conta com cerca de 16 mil alunos na graduação. Até 2010, no Campus de Delmiro e pólos serão implantados mais oito cursos de graduação.

Ana Dayse também avaliou positivamente a relação da Ufal com a sociedade. “Além de participarmos de projetos importantes para o Estado, como o Pacto pela Educação, proporcionamos atividades abertas à comunidade, como foram os cursos de verão, que movimentaram a Ufal nesse mês de janeiro”, disse a reitora.

Avanny Oliveira – estagiária de jornalismo