Festival Internacional de Música de Penedo começa quarta-feira

Evento acontece até dia 16 de outubro, com atividades on-line e presenciais. Tudo gratuito!
Por Simoneide Araújo - jornalista
08/10/2021 20h22 - Atualizado em 13/10/2021 às 11h11
context/imageCaption

Uma das atrações do evento

Tudo pronto para mais uma edição do Festival Internacional de Música de Penedo-AL, uma jornada musical criada em 2009, e, hoje considerado um dos maiores eventos da área no país. A cidade histórica, banhada pelo Velho Chico, vai dar vez e voz aos vários artistas e pesquisadores participantes do evento, que acontece de 13 a 16 de outubro, totalmente gratuito. A boa música vai se espalhar pelos cantos da cidade e se multiplicar pela internet, já que haverá  atividades on-line e presenciais: cursos, oficinas, apresentações artísticas e atividades científicas, lançamento de livros, entre tantas outras atrações. O encerramento será com o cantor Flávio Venturine, no dia 16, às 21h, no Teatro 7 de Setembro.

A Jornada Pedagógica para Músicos de Banda (JPMB) começou lá em meados de 2009 e dez anos depois virou Festival Internacional de Música de Penedo-AL, já consolidado e parte do calendário cultural da cidade ribeirinha. Este ano, em sua 12ª edição, o festival é uma realização da Universidade Federal de Alagoas e do Centro de Musicologia de Penedo (Cemupe), com patrocínio da Prefeitura de Penedo e de vários outros parceiros que você pode conferir aqui.

Desde 2009, com a força de vontade do idealizador e coordenador da JPMB, Marcos Moreira, professor do curso de licenciatura em Música da Ufal, o evento já abraçou o 1º Fórum de Bandas de Música. O evento era realizado no Espaço Cultura da Ufal, na Praça Sinimbu, como atividade da graduação, até 2013.

O sucesso foi tanto que o evento se expandiu e passou a ser sediado em Arapiraca , em 2014 e 2015. Nos dois anos seguintes, 2016 e 2017, foi transferido para outra cidade histórica, Marechal Deodoro. A partir de 2018, a JPMB, hoje Festival Internacional, se instala em Penedo.

De acordo com Moreira, a proposta do evento é divulgar a produção científica e ser uma grane atração cultural para Alagoas. “Vamos ter dez concertos transmitidos pelo canal Youtube e seis apresentações presenciais. Também teremos desfiles de bandas e concertos maravilhosos, com excelentes profissionais. Vamos oferecer tudo isso à população de Penedo e ao mundo todo, já que muitas atividades serão transmitidas pela internet”, anunciou.

Atrações e atividades de 2021

Alguns cursos ainda estão com inscrições abertas até 10 de outubro, então, se você é um apaixonado por música, acessa a página do evento e veja o que ainda tem disponível. Os cursos on-line são: Clarinete, professor Daniel Oliveira; Regência, com Eugênio Graça; Saxofone, com Samuel Pompeo; Trompete Coletivo - Método para Iniciantes, com Aurélio Nogueira;  Violão Popular, com Ezequias Lira; Trombone, com Gilvando Pereira; Piano Popular, com Manoel Vieira; e Reparo de Metais, com Jezrrel Silva.

São várias atrações e atividades. Também haverá os cursos presenciais: Conservação de Documentos Musicais, com Mary Biason; Trombone para Grupos, com Rony Ferreira; Trompete para Grupos, com Beto Ferreira; Saxofone para Grupos, com Vinícius Mattos; Percussão para Grupos 1, com o mago Maglione Santos; Clarinete para Grupos, com Elizaubo Wanderberguer; e Percussão para Grupos 2, com Ualex Lima.

As atividades científicas dentro do Festival acontecem de 14 a 16 de outubro, pelo canal da JPMB no Youtube: Conferência de Musicologia, com o professor Diósnio Machado Neto (USP); Palestra especial com o professor Aldo Leoni (USP-SP); 1º Fórum JPMB Mulheres, com Rafaela Quintino e convidadas; O ensino da performance nas Universidades Brasileiras, com Daniel Oliveira e convidados; Mesa Especial Coletivo Viva a Banda, com Fernandinho Cruz e convidados; 6º Fórum de Maestros - Bandas Brasileiras e Portuguesas; Intercâmbios e Contextos, com Rui Paiva (Portugal), Nuno Silva (Portugal), Marcos Moreira (Brasil), Arnaldo Costa (Portugal) e Pedro Serrano (Portugal); e As Práticas das Bandas Musicais do Baixo São Francisco Alagoano: Perspectivas Históricas, com o professor Nilton Souza, da Escola Técnica de Artes (ETA) da Ufal.

E tem também os concertos presenciais, que acontecerão nos quatro dias do evento: Concerto de Abertura dia 13, com Viny Mattos Jazz Quarteto, e Concerto da Orquestra dos Meninos, no Teatro Sete de Setembro, às 19h; Quarteto de Trombones de Maceió, dia 14. Dia 15 tem Willbert Fialho e seu violão na Casa da Aposentadoria. No dia 16 tem show do maestro Mozart Vieira, Wellington Pinheiro com Chorinho de Maceió e Comemoração 60 Anos da Ufal com Grupo de Jazz Maceió, no Largo São Gonçalo.

Cursos on-line

Sem falar nos concertos on-line, de 14 a 16, com dez atrações e transmissão pelo canal da JPMB no Youtube.  Na programação do dia 15, tem desfiles e retretas das Bandas de Música, na Praça Barão de Penedo, às 13h30: Fanfarra Fenix Penedo; Sociedade Musical Penedense; Orquestra Julio Catharina (Montepio dos Artistas) Penedo-AL; Associação Musical N.S. Imperatriz dos Campos (Tobias Barreto-SE); e Associação Musical Bráulio Pimentel (São Miguel dos Campos-AL).

E ainda tem solenidade de Inauguração do Centro de Musicologia de Penedo (Cemupe) e lançamento do Selo de Publicações, no anexo da Secretaria de Cultura, às 10h30; e Conferência em homenagem à criação do Centro de Musicologia de Penedo, na Casa da Aposentadoria, às 11h, com o professor Rafael Galante.

Assista ao vídeo de apresentação do Festival

Confira abaixo algumas das atrações do Festival e clique aqui para saber quais são as outras atrações e os eventos que vão acontecer.