Pesquisa da Ufal estuda impactos do consumo durante a pandemia

Questionário está disponível no link abaixo
Por Ascom Ufal
03/12/2020 15h21

Que impactos a pandemia causada pelo novo Coronavírus impôs ao comportamento dos consumidores do Estado de Alagoas? É essa pergunta que a pesquisa liderada pela professora Natallya Levino, da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade (Feac) busca responder.

“Sentimos a necessidade de identificar como o público maceioense reagiu à pandemia. A pesquisa busca analisar entre os comportamentos do consumidor, em termos financeiros, se ele está poupando ou gastando mais, se está planejando melhor as compras ou não, etc”, explica a professora.

O estudo, que faz parte de um projeto do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (Pibic) da docente, busca entender como a pandemia afetou [e se afetou] o padrão de consumo em decorrência do período em que as pessoas ficaram isoladas. Ao finalizar o levantamento, a professora pretende publicar os resultados em revistas científicas da área.

Em Maceió, durante a pandemia, o desemprego já aumentou mais de 30%. Com o fim do auxílio emergencial em dezembro, os impactos financeiros da pandemia podem ser ainda maiores. “É importante todos participarem para a gente fazer o diagnóstico de como melhorar isso”, afirma Natallya. Para participar da pesquisa, basta acessar e preencher o formulário clicando aqui.