Técnicos da Ufal vão colaborar em atividades do Banco de Sangue do HU

Progep continua recebendo indicação de servidores para atuar no local enquanto durar o período de contingenciamento
Por: Thâmara Gonzaga – jornalista - 22/04/2020 às 15h49 - Atualizado em 22/04/2020 às 17h47
context/imageCaption

Técnicos de laboratório da Ufal vão atuar no Banco de Sangue do HU

Quatro técnicos de laboratório da Ufal, sendo dois da Faculdade de Medicina (Famed) e dois do Centro de Tecnologia (Ctec), foram cedidos para atuar no Banco de Sangue do Hospital Universitário Professor Alberto Antunes (HU) durante o período de contingência por causa do novo coronavírus.

Eles se apresentaram ao superintendente da unidade hospitalar, Célio Rodrigues, na manhã desta quarta-feira (22), acompanhados da vice-reitora, Eliane Cavalcanti, e do pró-reitor de Gestão de Pessoas e do Trabalho (Progep), Wellington Pereira. Amanhã (23), já começam as atividades.

De forma voluntária, os servidores atenderam à convocação, feita pela Progep, para prestar serviço temporário no hospital. Sobre o motivo para chamar esses profissionais, o pró-reitor explica que o Banco de Sangue do HU tem dois servidores e ambos estão no grupo de risco. “Por isso, estão impossibilitados de executarem suas tarefas de forma presencial. Atualmente, o local se encontra sem servidor efetivo e, se não tivéssemos adotado essa medida, o serviço não iria ter continuidade”, afirma.

Mas o processo de doação de sangue, ressalta Wellington, continua normal, sem prejuízo do atendimento. Para saber horário e mais informações, clique aqui.

Servidores da Ufal a serviço do povo alagoano

A técnica Thays Liberal, lotada na Famed, faz parte do grupo de servidores que se dispôs a colaborar. “Quando recebemos a convocação voluntária, eu e meu colega Eduardo dos Santos [técnico também lotado na Famed] decidimos aceitar. Em primeiro lugar, para contribuir de alguma forma no enfrentamento desta calamidade. Em segundo, para mostrar à sociedade a importância do servidor público, cuja imagem tem sido tão atacada atualmente”, disse.

Além de trabalhar na Universidade, ela atua no setor de necrópsia do Instituto Médico Lega (IML), durante os finais de semana, e relata que, a cada plantão, já sentia a apreensão diante da pandemia, mas que buscava fé para se encorajar, pois sabia que não poderia parar. “Apesar do cenário crítico, eu me orgulho de cada servidor que sai de suas casas, arriscando sua saúde, temendo por seus familiares para cuidar da sociedade”, afirma.

Com duas filhas pequenas, de 2 e 5 anos, Thays relata que não foi uma decisão fácil aceitar trabalhar no HU. “Não se trata de coragem, mas de responsabilidade. Tenho muito medo da contaminação. Penso muito nas minhas filhas. Meu esposo, ao saber da minha decisão, ficou apreensivo, mas me apoiou”, conta.

 Ela fala com orgulho do trabalho que a Ufal vem realizando nesse período de pandemia e da oportunidade de poder ajudar. “Sou muito feliz como servidora da Universidade e continuarei ajudando à população alagoana com meu trabalho”, afirma.

Convocação de técnicos

Conforme Ofício Circular Nº 01/2020, de 17 de abril de 2020, os diretores das unidades devem consultar os técnicos de laboratório lotados no local sobre a possibilidade de prestar serviço no HU. Caso haja adesão, deve encaminhar os nomes para Progep. Ainda conforme o documento, o prazo de indicação seria de 72h, mas o pró-reitor destaca que os nomes ainda podem ser indicados.

“Eles estão indo como colaboradores. Em forma de rodízio e em turnos alternados, vão trabalhar de acordo com a disponibilidade deles. Consequentemente, vamos precisar de mais gente para preencher qualquer lacuna que ficar no Banco de Sangue. Com mais técnicos de laboratório, doutor Célio terá mais condições administrativas para fazer a escala”, esclarece Wellington.

Referência no atendimento a pacientes com casos clínicos de média e alta complexidade, o HU precisa ter o seu Banco de Sangue funcionando sem interrupções. “Agradeço à diretora da Famed, professora Iasmin Duarte, e ao diretor do Ctec, professor Vladimir de Souza, que de pronto atenderam essa convocação, consultando seus servidores sobre a disponibilidade”, disse. O gestor ressalta a necessidade de mais indicações. “Como ontem [21] foi feriado, estamos na esperança de que hoje tenhamos novos posicionamentos. Continuamos na esperança de que apareçam mais colaboradores”, diz.