Ufal tem presença no Prêmio BNB da Micro e Pequenas Empresas

Resultado da premiação será divulgado esta semana, dia 5 de outubro
Por Jacqueline Freire - jornalista
02/10/2023 10h07 - Atualizado em 02/10/2023 às 14h25
Comissão do Prêmio BNB

Comissão do Prêmio BNB

Pela terceira vez o professor Rodrigo Reis, do curso de Administração da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) participa como jurado do Prêmio Banco do Nordeste da Micro e Pequenas Empresas concedido em reconhecimento às trajetórias de sucesso de empresas que envolvem proatividade, empreendedorismo, resiliência e contribuição para o desenvolvimento regional, nas categorias de comércio, serviços, indústria e inovação.

As comissões se reúnem em diversos estados do país para análise e julgamento. São dois momentos importantes do prêmio, a comissão formada por diversos órgãos e posteriormente o evento de entrega dos prêmios. Os vencedores serão conhecidos no próximo dia 5 de outubro, Dia da Micro e Pequena Empresa (MPE), em solenidades que acontecerão simultaneamente em todos os estados de atuação do BNB.

Segundo Reis, esse tem sido um momento importante para avaliar o desempenho das empresas alagoanas e premiar as melhores no contexto do BNB. “Interessante ver também que o que ensinamos no curso de Administração da Ufal está alinhado com as melhores práticas de gestão, premiadas em diversos contextos de avaliação de organizações do país”, afirma.

O objetivo da premiação é reconhecer e homenagear o esforço empreendedor do empresário nordestino das MPEs e de porte pequeno-medio, financiadas pelo BNB por meio das linhas de crédito do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE). “A Ufal tem uma cadeira na comissão, os demais integrantes são representantes de órgãos como Sebrae, Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Alagoas, Federação das Indústrias do Estado de Alagoas e Fecomércio.

Prêmio

Essa é a nona edição do Prêmio Banco do Nordeste da Micro e Pequena Empresa. Em cada estado da área de atuação do BNB (Nordeste e Norte de MG e do ES), serão selecionados um cliente de cada porte considerado prioritário para o banco: microempresa, pequena empresa e empresa de porte pequeno-médio.

A seleção leva em conta critérios como evolução dos negócios, inovação, adoção de práticas ambientais, relevância para a comunidade, geração de emprego e renda, adoção de práticas de governança e gestão, realização de ações de responsabilidade social, entre outros.