Ufal é representada em guia do Ministério da Saúde sobre atividade física

Professor Gerfeson Mendonça participou de Grupo de Trabalho para elaboração de um dos capítulos
Por Manuella Soares - jornalista
16/07/2021 15h21 - Atualizado em 16/07/2021 às 17h54

Os benefícios de praticar atividade física são conhecidos pela população em geral, mas incentivar a promoção desse hábito é um dos objetivos do primeiro Guia de Atividade Física para a População Brasileira. O documento foi lançado no final do mês de junho pelo Ministério da Saúde (MS) e contou com a participação do professor Gerfeson Mendonça, do Instituto de Educação Física e Esporte (Iefe) da Ufal.

O Guia foi produzido em parceria com a Universidade Federal de Pelotas (UFPel), sob a coordenação do professor Pedro Curi Hallal. Cerca de 70 pesquisadores da área da atividade física e saúde, assim como técnicos do MS e da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas), participaram da elaboração.

Mendonça atuou como professor substituto da Ufal no período de 2018 a 2021 e foi selecionado num edital para pesquisadores atuarem na elaboração do texto do Guia, na condição de componente dos grupos de trabalhos (GTs). Foram oito grupos e o de Gerfeson GT Domínios (Grupo de Trabalho Domínios de Prática de Atividade Física) foi responsável pelo primeiro capítulo: Entendendo a Atividade Física. “Esse capítulo foi construído a partir dos conhecimentos dos pesquisadores, de pesquisas, de momentos de escuta a especialistas da área, da realização de revisões sistemáticas da literatura e da consulta pública”, detalhou.

Segundo Mendonça, o objetivo dessas primeiras páginas era analisar a validade e a clareza dos conceitos e terminologias que o Guia seguiu, para deixar o documento com uma linguagem de fácil compreensão e acessível à população.

“Sinto-me muito agradecido pela oportunidade de participar desse momento histórico da Educação Física e da área da Atividade Física e Saúde no país. Espero que a população brasileira e, especialmente, a alagoana consuma as informações contidas no Guia e que incorpore suas recomendações de práticas em seu dia a dia e cada vez mais seja fisicamente ativa”, destacou.

Guia de orientações e expectativas

O Guia de Atividade Física para a População Brasileira é um documento que traz as primeiras recomendações oficiais do Ministério da Saúde sobre a prática de atividade física para que a população tenha uma vida ativa no sentido de promover a saúde e a melhoria da qualidade de vida.

Cada um dos oito GTs que produziram os textos dos capítulos foi composto por um coordenador, pesquisadores, um membro do comitê científico e um técnico do Ministério da Saúde. Os capítulos abordam a prática de atividades físicas em diversos contextos, grupos e ciclos de vida.

No Guia, constam também recomendações sobre a quantidade, a intensidade e os exemplos de atividades aeróbicas, de força e de equilíbrio, além de indicações para um estilo de vida ativo. Na publicação, estão conteúdos voltados para o público em geral: crianças até 5 anos; crianças e adolescentes até 17 anos; adultos; idosos; gestantes e puérperas; educação física escolar e pessoas com deficiência.

Outros aspectos apontados no Guia são diretrizes para profissionais da Educação Física e da área da saúde, gestores da iniciativa pública e privada com o propósito de estimular o desenvolvimento de estratégias para aumentar o nível de prática da população brasileira.

O Ministério da Saúde vai distribuir 74 mil exemplares do Guia para secretarias estaduais e municipais de saúde. Além disso, o documento será enviado para profissionais e usuários do Programa Academia da Saúde, Centros de Reabilitação com foco na atenção às pessoas com deficiência visual, ministérios e demais órgãos governamentais. O guia também será disponibilizado em formato digital em inglês e espanhol, em braile e em versão de áudio.