Docente faz conferência sobre internacionalização da educação

Evento foi realizado na Universidade Católica de Brasília
Por: Ascom Ufal - 05/04/2019 às 13h00 - Atualizado em 05/04/2019 às 13h01
context/imageCaption

Luis Paulo Mercado durante a conferência na UCB

Nas últimas décadas, o conceito e as práticas de internacionalização da educação vem se tornando cada vez mais abrangente. . Esta temática foi o foco principal do 1º Congresso Internacional sobre Internacionalização da Educação Básica e Superior, ocorrido no final de março na Universidade Católica de Brasília (UCB). O docente do Programa de Pós-graduação em Educação da Ufal, Luís Paulo Leopoldo Mercado, participou como conferencista a convite do presidente do evento, o professor Renato de Oliveira Brito, coordenador do PPGE da UCB.

O evento foi promovido pelo Programa de Pós-graduação em Educação e pela Cátedra Unesco de Juventude, Educação e Sociedade da UCB. A temática, segundo Luís Paulo, amplia a “perspectiva de intercâmbio de estudantes e professores para projetos desenvolvidos de forma cooperada, troca de experiências de ensino, pesquisa e de extensão, construção de redes e produtos e tecnologias, além da produção científica conjunta com parceiros internacionais”.

Estiveram presentes no congresso cerca de 500 participantes, como pesquisadores da área de internacionalização, gestores, professores de diversas instituições de ensino superior, da rede pública do Distrito Federal e Escolas de Governo, escolas internacionais, estudantes da graduação e pós-graduação. Entre as instituições participantes, destaque para pesquisadores da Universidade de Ottawa (Canadá), Columbia University ( EUA), UCB, PUC/RS,  Ufal, Universidade de Brasília, Unicef, Todos pela Educação, Instituto Ayrton Senna, Federação Nacional das Escolas, Escola das Nações, Escola Canadense em Brasília, e Escola Francesa.

O professor conferencista que representou a Ufal conta que nas palestras e painéis foram diversos aspectos e diferentes visões do processo de internacionalização, desde a educação básica até a superior, focando os desafios, perspectivas e experiências, por meio de temáticas, como formação, inovação tecnológica, gestão e desenvolvimento de pessoas, e modelos colaborativos de educação intercultural.  Houve, ainda, a troca de experiências das Escolas Básicas Internacionais em Brasília, dos egressos no exterior, dos discentes de pós-graduação em Educação no exterior e experiências de internacionalização desenvolvidas entre Nordeste e Centro-Oeste do Brasil.

A participação de Luis Paulo Mercado se deu no painel nacional que tratou da experiências de internacionalização desenvolvidas entre Nordeste e Centro-Oeste do Brasil, no qual foram apresentados três casos de internacionalização no ensino superior: caso da Universidade Católica de Brasília - estratégias e inovação para internacionalização da UCB; caso da UnB - avanços da internacionalização da educação superior na Universidade de Brasília; e o caso da Ufal - experiências de internacionalização nas universidades públicas federais.

Durante a apresentação, o professor abordou os temas: Por que Internacionalização do ensino superior?; A internacionalização no contexto da Ufal, mostrando indicadores da internacionalização na pós-graduação em Educação, as ações de internacionalização,  intercâmbio e cooperação técnica do PPGE; e Os desafios à internacionalização no contexto do

“A participação no evento foi muito significativa, pois mostrou as ações de internacionalização que estão em desenvolvimento no contexto do PPGE/Ufal e os desafios que estão sendo trabalhados no planejamento estratégico para os próximos anos. Um indicador qualitativo que será considerado nas próximas avaliações da Capes será a internacionalização e o impacto da formação recebida pelos egressos da pós-graduação. Além disso, um dos pontos enfatizados foi a construção de redes internacionais para atender aos desafios postos, mas enfatizei na minha apresentação que precisamos ter redes sólidas regionais. E a construção da parceria Ufal e UCB no contexto da pós-graduação já está mostrando resultados significativos e produtos interessantes como é o caso do livro resultante deste Congresso”, destacou Mercado.