Professora da Ufal ministra palestra no Arquivo Público de Alagoas

Chá de Memória acontece na próxima quarta-feira (27) a partir das 16h
Por: Thamires Ribeiro – estagiária de Jornalismo - 25/03/2019 às 09h54
context/imageCaption

Arte de divulgação

A professora Jusciney Carvalho, do Centro de Educação (Cedu) da Universidade Federal de Alagoas, é a convidada especial do Chá de Memória do mês de março. O evento acontece na próxima quarta-feira (27), das 16h às 18h, no Arquivo Público de Alagoas (APA), localizado no Jaraguá. 

Na ocasião, a docente vai divulgar o livro Tem preto de jaleco branco? e ministrar a palestra Tem preto de jaleco branco? Reflexões sobre as políticas afirmativas na  educação superior e a persistência das desigualdades sociais e étnico-raciais na formação médica em Alagoas. Durante a palestra a docente vai abordar a história do ensino superior no Estado, além de apresentar a pesquisa desenvolvida durante seu doutorado, analisando o atual contexto social e político. 

“Farei uma análise conjuntural sobre a educação superior brasileira, com recorte para Alagoas, partindo da pesquisa realizada entre 2012 e 2015, refletindo sobre o contexto das políticas afirmativas no governo atual, destacando que as cotas sociais e, sobretudo as raciais, somente deixariam de fazer sentido num Estado que privilegiasse a educação pública como estratégia para estimular a mobilidade social da nossa população, majoritariamente formada por pretos e pardos, totalizando 55,4%, segundo os dados mais recentes do IBGE, de 2017”, explica Carvalho.  

Chá de Memória  

O Chá de Memória é um projeto do Arquivo Público de Alagoas que acontece nas últimas terças-feiras de cada mês. O objetivo é realizar palestras, mesas redondas e debates com pesquisadores, historiadores e a sociedade sobre diversos temas. Além de socializar o acervo do APA com estudantes, profissionais e demais interessados pelas temáticas tratadas.