Morre o professor aposentado Antônio Valeriano

Sepultamento acontecerá no Parque das Flores, às 10h
Por: Ascom Ufal - 09/03/2019 às 10h27
context/imageCaption

Docente emocionou a todos falando sobre sua trajetória durante a Semana de Biologia em 2013. Foto: acervo Ufal

A Universidade Federal de Alagoas (Ufal) informa, com pesar, sobre o falecimento do professor Antônio Valeriano Pereira dos Santos, do setor de botânica do Instituto de Ciências Biológicas e da Saúde (ICBS). O corpo foi velado na Capela do 2 do Campo Santo Parque das Flores e o enterro acontecerá agora, às 10h.

Prestamos solidariedade aos familiares, amigos e ex-alunos do professor Valeriano, como era conhecido na Universidade, neste momento de dor e luto. 

Muito dedicado à profissão e bastante querido por colegas e estudantes, o docente sempre relatou o carinho que tinha por ensinar: “Não há professor sem alunos. Sem vocês, somos todos desempregados. Eu, que não gerei filhos biológicos, não me arrependo por isso, pois tive muitos filhos espirituais", disse o professor aposentado, em homenagem durante a Semana de Biologia, em 2013. 

Trajetória Acadêmica 

O docente obteve seu grau de doutor em Tecnologia de Protoplastos de Plantas pela Nottingham University, na Inglaterra, em 1982, onde também concluiu seu  pós-doc no final dos anos 80. 

Entre 1990 e 1996 foi professor visitante da Ufal no Campus Delza Gitaí, atual Centro de Ciências Agrárias, do qual foi designado diretor científico com objetivo de implantar o Centro de Biotecnologia Vegetal (Bioveg).

Ainda em 1991, foi responsável pela Coordenadoria do Desenvolvimento Científico e Tecnológico da Secretaria de Estado do Planejamento (Seplan).

Passou a compor o quadro de Professor efetivo do ICBS em 2007 e em 2013 foi aposentado compulsoriamente, mas continuou como professor voluntário até 2016, sempre realizando pesquisas na área de Botânica

Ao longo de sua passagem na Ufal, idealizou o Projeto do Arboretum, que foi coordenado e executado pela Professora Cecília Belo.

Em sua vasta lista profissional, foi substituto na Ufba e trabalhou em projetos de Pesquisa com o professor Wanderley de Souza, do Laboratório de Microscopia do Instituto de Biofísica da UFRJ.