Vice-reitor entrega equipamentos adquiridos com recursos da SBPC

Para José Vieira, materiais são um legado do evento deixado para Ufal
Por: Ascom Ufal - 28/02/2019 às 12h43 - Atualizado em 28/02/2019 às 13h03
context/imageCaption

Entrega dos equipamentos foi feita para resentantes da Ascom e da CAC. Foto: Thiago Prado

O vice-reitor da Ufal, José Vieira, reuniu-se com servidores da Assessoria da Comunicação (Ascom) e da Coordenadoria de Assuntos Culturais (CAC) para fazer a entrega de vários equipamentos adquiridos com parte dos recursos da 70ª Reunião da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC). O evento foi realizado no Campus A.C. Simões da Ufal, em Maceió, no ano passado. 

“Foi um grande esforço para economizar e adquirir esses equipamentos. Racionalizamos o uso da verba, driblamos a crise, encontrando alternativas para sair da estaca zero. São materiais modernos que dinamizarão as atividades da Ascom e da CAC”, destacou José Vieira. 

Para a Assessoria foram adquiridas câmeras fotográficas, lentes, kit de iluminação, microfones, computadores, software, pedestais, mesa e banquetas, fones de ouvido, coletes fotográficos, mesas de som digital, gravador de voz, caixas de som, entre outros equipamentos que totalizaram R$ 144.449,82 em bens. Já para a CAC foram comprados sistema de som, rádios comunicadores, tendas, mesas de som digitais, caixas amplificadoras, telas de projeção, kit de microfones e mais bens no total de R$ 145.599,21. Somando os dois valores, foi feito um investimento de mais de R$ 290 mil. 

“Fizemos o melhor uso possível dos recursos da SBPC e o saldo restante resultou em um legado para a Universidade. Investimos na compra desses materiais com o objetivo de fortalecer a atividade de comunicação, eventos, ações e atividades culturais da Ufal”, afirmou José Vieira. 

Para a produtora cultural Iris Tenório, a aquisição desses equipamentos vai auxiliar na realização dos eventos da Universidade. “Quem trabalha com eventos sabe o quanto custa o aluguel desses equipamentos. Professor Vieira teve a visão de racionalizar os recursos e adquirir os produtos para a instituição.Isso foi muito positivo”, ressaltou. 

O técnico em som da Ufal, Edilberto Sandes, também comemorou a chegada dos equipamentos e destacou a necessidade do bom uso para aumentar o tempo de utilidade dos bens. “Para adquirir esses materiais foi preciso muito esforço. São equipamentos de valor elevado e devem ser manuseados com responsabilidade e por pessoas com treinamento”, ressaltou Sandes.