Portal do Governo Brasileiro

Pesquisador do IF é indicado para editor associado em revista americana

Periódico é voltado à publicação de artigos nas áreas de engenharia elétrica, biomédica, computação e mecânica
Por: Diana Monteiro - jornalista - 08/02/2019 às 11h04
context/imageCaption

Professor Glauber T. Silva, do IF

É da Universidade Federal de Alagoas o único brasileiro a atuar como editor associado da renomada revista IEEE Transactions on Ultrasonics, Ferroelectric and Frequency Control, editada pelo grupo IEEE nos Estados Unidos. Trata-se do professor Glauber T. Silva, do Instituto de Física (IF), coordenador do Grupo de Pesquisa em Acústica Física (GAF), que desde 2005 atuava como revisor de artigos científicos na área de acústica e ultrassom no periódico. A indicação ao seu nome para ocupar uma nova posição no corpo editorial foi feita pelo editor-chefe Peter Lewin, do Instituto de Pesquisa de Ultrassom Biomédico da Universidade de Drexel , Estados Unidos. 

A revista, de circulação mensal e cerca de 250 páginas, é voltada à publicação de artigos científicos de pesquisadores do mundo todo na área da engenharia elétrica/eletrônica, computação, mecânica e biomédica. Glauber passa a ter a função de selecionar, na comunidade internacional, os revisores dos artigos submetidos à revista. A partir do parecer dos revisores caberá ao editor associado decidir se o artigo tem mérito para publicação no referenciado periódico. A próxima edição será lançada na primeira semana de março. 

A indicação de Glauber, que projeta a Ufal no mundo editorial científico, é fruto de sua trajetória como pesquisador e obedeceu a critérios, entre os quais estão: publicações científicas relevantes em áreas de foco da revista; participação em conferências promovidas pelo periódico; e ter atuado como revisor de periódicos da área, como também na revisão de artigos científicos em revistas nas áreas de acústica e ultrassom. Segundo o pesquisador, o periódico americano tem como objeto de pesquisa técnicas de ultrassom aplicadas à biomedicina; aplicações industriais de ultrassom; caracterização e avaliação de materiais e estruturas; e biotecnologia. 

A positividade de estudos científicos realizados no âmbito da instituição alagoana com repercussão internacional, rendeu a Glauber Silva a indicação ao Prêmio Newton Prize, no ano passado, em Brasília, promovido pela Royal Society of London (Inglaterra). Ele ficou entre os seis brasileiros finalistas de um total de 200 projetos selecionados. O Prêmio é concedido anualmente a trabalhos que demonstram a melhor ciência ou inovação e objetiva promover o desenvolvimento econômico e o bem-estar social dos países parceiros do Fundo Newton. 

Sobre a inserção da Ufal em posição tão destacada e por indicação, o pesquisador enfatiza: “Estamos, enquanto instituição, com uma visibilidade internacional e que pode servir de motivação para alavancar a criação de novos cursos na área de engenharia, a exemplo da engenharia elétrica, biomédica e mecânica”. E aproveita para acrescentar: “Eu tenho muito orgulho de participar de pesquisas desenvolvidas totalmente na Ufal com estudantes e professores da nossa instituição fortalecendo, assim, a internacionalização científica da nossa instituição”. 

Crescimento 

Sobre o Grupo de Pesquisa de Acústica Física, Glauber disse que os estudos realizados despertaram o interesse do Instituto Langevin, de Paris para estabelecer uma colaboração baseada nas técnicas desenvolvidas pelos pesquisadores da Ufal na área de biotecnologia. Para essa finalidade, estará como professor visitante durante o mês de maio na instituição francesa. 

O grupo de pesquisa foi criado em 2008 e tem atividades ligadas às pós-graduações de Física, Informática (Instituto de Computação) e Materiais (Centro de Tecnologia). Desenvolve em colaboração com a professora Magna Suzana, do Instituto de Ciências Biológicas e da Saúde (ICBS) o estudo denominado de Aplicação da ultrassom para descoberta de novas drogas para Leishmaniose. O grupo também continua com atividades em colaboração com a Universidade de Bristol.

Integram os estudos científicos do Grupo de Pesquisa de Acústica Física da Ufal os seguintes pesquisadores: Glauber Silva, André Baggio e Ueslen Silva, do Instituto de Física; José Henrique Lopes, do curso de licenciatura em Física, da sede Arapiraca; e José Pereira Neto, do curso de Engenharia de Produção, da Unidade Educacional Penedo (Campus Arapiraca).