Portal do Governo Brasileiro

Novo prédio da Famed receberá nome do docente Gilberto de Macedo

Homenagem ao médico e professor da Ufal foi aprovada pelo Consuni
Por: Ascom Ufal - 12/09/2018 às 08h30 - Atualizado em 11/09/2018 às 15h06
context/imageCaption

Novo prédio da Famed está sendo finalizado. Foto: Renner Boldrino

O novo prédio da Faculdade de Medicina da Ufal (Famed) da Ufal, cuja construção se encontra em fase de finalização, receberá o nome de Unidade Docente Assistencial (UDA) Professor Gilberto de Macedo. A denominação foi aprovada, por unanimidade, em reunião do Conselho Universitário (Consuni), realizada na última segunda-feira (3). Na ocasião, a atuação do docente e escritor foi bastante elogiada pelos conselheiros.

Segundo a diretora da Famed, Iasmin Duarte, as atividades na UDA terá um modelo de atendimento e aprendizagem que articula conhecimentos e favorece a melhoria da assistência à luz dos princípios do Sistema Único de Saúde (SUS). “O objetivo é desenvolver a proposta de gestão compartilhada, estabelecendo atribuições e compromissos das instituições, criando espaços para discussão do processo de integração ensino – serviço, promovendo o ensino, a pesquisa e a extensão com assistência à saúde contextualizada com a realidade”, ressalta.

No novo prédio, explica a coordenadora, as atividades serão realizadas de forma multidisciplinar, envolvendo docentes e discentes da Ufal dos cursos de Medicina, Enfermagem, Odontologia, Nutrição, Farmácia, Serviço Social, Educação Física e Psicologia. Contará também com o apoio da Secretaria Municipal de Saúde com a manutenção de duas equipes de Estratégia de Saúde da Família, que favorece a integração das ações de saúde e do trabalho coletivo.

Sobre o Professor Gilberto de Macedo

Nascido em Penedo, Alagoas, no dia 28 de agosto de 1923, Macedo formou-se em medicina pela Universidade Federal de Pernambuco e clinicou em Maceió, na área de Psiquiatria. Faleceu em Maceió, no dia 4 de novembro de 2008.

Professor da Universidade Federal de Alagoas, lecionou as disciplinas de Psiquiatria, Criminologia e Psicologia Social. Foi diretor do Centro de Ciências da Saúde (Csau) da Ufal, livre docente de Medicina Legal na Faculdade de Direito de Alagoas e ainda concorreu ao cargo de reitor da instituição.

Escreveu livros na área de medicina: Aculturação e Doença; Psiquiatria, Medicina e Cultura; Introdução à Medicina Sociocultural, entre outros. No campo das Ciências Sociais, é autor das obras Diagnóstico da Sociedade Tecnológica; Casa Grande & Senzala – Obra didática?; Atualidade de Arthur Ramos. Também é autor dos livros As Novas Diretrizes da Criminologia; A política da Palavra: vida e obra de Aurélio Buarque de Holanda Ferreira e A Universidade Dialética.

Pertenceu à Academia Nacional de Medicina, à American Psychiatric Association, à Academia Alagoana de Letras, ao Instituto Histórico e Geográfico de Alagoas e foi Membro efetivo do Seminário de Tropicologia da Fundação Joaquim Nabuco (Recife).