Portal do Governo Brasileiro

Professores organizam tutoria para curso do Proford

Os docentes cursistas se reúnem periodicamente durante a etapa virtual da formação.
Por: Manoel Oliveira Jr. – estagiário de Relações Públicas - 15/08/2018 às 10h15 - Atualizado em 17/08/2018 às 10h31
context/imageCaption

Tutoria facilita aprendizado de curso oferecido pelo Proford

A Pró-reitoria de Graduação (Prograd), por meio do Programa de Formação Continuada em Docência do Ensino Superior (Proford), promove desde o dia 11 de julho o curso Tecnologias Digitais e Metodologias Ativas (TDMA). A atividade propõe atualização sobre as formas de ensinar/aprender, com foco no envolvimento maior dos estudantes, metodologias ativas, desenvolvimento de projetos individuais e grupais, com as tecnologias digitais mais adequadas para cada situação.

Para superar os desafios durante o percurso formativo, tanto no que se refere à utilização da plataforma virtual quanto na aplicabilidade das tecnologias digitais ao fazer pedagógico, os cursistas, com apoio da Prograd, criaram a tutoria TDMA. Para isso, contou com a disponibilidade do professor do Instituto de Física (IF), Elton Malta, que realiza reuniões periódicas para tutoria do curso, a fim de esclarecer dúvidas e promover o auxílio mútuo entre os cursistas para a realização das atividades. “Fico muito feliz em saber que estou ajudando. Gosto de conhecer pessoas e experiências, este é o meu grande retorno nesta monitoria”, comentou. Os encontros são realizados às quartas, quintas e sextas-feiras, sempre no Laboratório de Informática do Instituto de Matemática (IM).

A professora Juliane Marques, do Centro de Tecnologia (Ctec), conta que estava desanimada e prestes a desistir do curso, mas, com a iniciativa da tutoria, recebeu uma grande ajuda e pretende permanecer. Quem também se entusiasmou com as atividades da tutoria foi a professora Maria Aparecida Viana, do Centro de Educação (Cedu). “Percebo que o curso vem possibilitando que todos nós possamos sair da zona de conforto, conhecendo novas alternativas para inovar nossa prática pedagógica e isso é muito bom. O processo de aprendizado é doloroso, mas passa a ser prazeroso quando aprendemos de fato”, ressaltou.

Já o professor Francisco, do Instituto de Ciências Biológicas e da Saúde, também participa da tutoria e registra: “O professor. Elton Malta me ensinou o caminho das pedras para eu começar a me integrar no sistema Moodle. Confesso que estava um pouco desanimado, hoje ganhei um gás com a monitoria”.

Para a coordenadora do Proford, a pedagoga Vera Pontes, a criação de um espaço local de apoio à formação fortalece os processos contínuos de apropriação do conhecimento. “É muito bom ver se constituindo na Universidade um movimento de cooperação entre os docentes. Essa tutoria nasce como um relevante espaço de valorização da heterogeneidade, da diversidade, de apoio à aprendizagem, além de fortalecimento de vínculos”, destacou.

A coordenadora de Desenvolvimento Pedagógico da Prograd, Professora Suzana Barrios, também acompanha o curso e aponta: “Os frutos dessa formação se converterão em novos saberes e fazeres pedagógicos que contribuirão bastante para a formação de nossos estudantes, e isso é fantástico! A colaboração entre os colegas docentes acaba se constituindo em espaço importante de trocas de conhecimentos e experiências. Com a tutoria, além da importante colaboração de uma pessoa, todos acabam tendo a possibilidade de compartilhar novas aprendizagens e perspectivas de docência. Precisamos mesmo ampliar esses espaços de debate sobre a docência no ensino superior, pois, na Universidade, a pesquisa e a extensão ganham sentido amplo quando contribuem para a democratização do conhecimento e para o desenvolvimento social por meio do ensino”.

O curso entra em sua reta final, e será realizada a segunda etapa presencial esta semana, até a próxima sexta-feira (17), com a presença do professor José Moran, da Universidade de São Paulo (USP).  A primeira etapa foi marcada pela mediação da professora Dênia Falcão, consultora do Inova Práticas Educacionais (IPE/SC), que apresentou o curso e o ambiente virtual, dialogando sobre as tecnologias digitais que podem ser aplicadas pelos docentes em suas aulas.