Professor se destaca com pesquisas de Marketing Científico Digital

Ronaldo Araújo, do Ichca, abordará o tema e as métricas alternativas da comunicação científica durante a Conferência Internacional SciELO 20 Anos
Por Thamires Ribeiro – estagiária de Jornalismo
22/08/2018 13h26
context/imageCaption

Professor Ronaldo Araujo vai coordenar um painel na Conferência Internacional SciELO 20 Anos

Ser destaque entre os pesquisadores que estudam as Métricas Alternativas da Comunicação Científica e o Marketing Científico Digital fez com que o professor Ronaldo Araújo, do Instituto de Ciências Humanas, Comunicação e Arte (Ichca), fosse convidado a coordenar o Painel 4.3 Presença na Web, que acontece na Conferência Internacional SciELO 20 Anos, entre os dias 26 e 28 de setembro, em São Paulo. 

As pesquisas relacionadas ao tema são desenvolvidas no Laboratório de Estudos Métricos da Informação na Web (Lab-iMetrics) da Universidade Federal de Alagoas. O laboratório foi criado em 2015 e desenvolve pesquisas teórico-metodológicas no campo dos estudos métricos da informação na web no que diz respeito aos processos de coleta, análise e visualização de informações em ambientes digitais. Como resultado positivo do laboratório, o docente já foi convidado para ministrar palestras sobre o tema em universidades de Pernambuco, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Paraíba e Santa Catarina. 

“É sensacional perceber que frente a inúmeros desafios que a pesquisa brasileira enfrenta, ainda conseguimos contribuir de alguma forma para seu fortalecimento. Os resultados positivos confirmam que os caminhos escolhidos na trajetória das pesquisas foram acertados e acabam motivando a continuidade do esforço empregado seja dos debates das temáticas em si ou mesmo na formação de recursos humanos para pesquisa na participação de alunos de iniciação à pesquisa nos projetos que coordeno”, relatou o docente. 

O Lab-iMetrics reúne estudos informétricos, cibermétricos, webométricos, webmétricos e altmétricos para análise da informação em ciência, tecnologia e sociedade com vistas à compreensão da configuração de seus atores, ações e dispositivos informacionais. A missão dos pesquisadores é realizar produtos experimentais, modelos e processos que envolvem dispositivos informacionais digitais e a promoção de pesquisas e atividades de extensão sobre tais dispositivos nas ações de mediação da informação. 

“A dinâmica do grupo, com participação de docentes e discentes, geralmente envolve encontros quinzenais para discussão de textos, atividades práticas com experimentação de ferramentas e desenvolvimento de estudos e pesquisas com projetos específicos. Temos estimulado os alunos que participam do laboratório a apresentarem seus próprios projetos de pesquisa conciliando algo do interesse deles dentro das temáticas que o grupo discute e o resultado tem sido bem interessante”, explicou o professor. 

De acordo com Ronaldo, as métricas alternativas se apresentam como um subcampo dos estudos métricos da informação na web e analisam indicadores diferentes dos tradicionais, sendo complementares a eles. Segundo o profssor, o foco de interesse da altmetria é o da medição da atenção online e engajamento da produção científica dentro e fora da comunidade acadêmica em diversos ambientes e serviços online, como blogs, mídias sociais, gerenciadores de referência online, portais de notícias e outros. Elas também podem ser aplicadas a outros atores ou produtos da comunicação científica como periódicos, livros, conjuntos de dados, apresentações, vídeos, e repositórios de código fonte, desde que possuam um identificador persistente como o Digital Object Identifier (DOI).

“Como o tema é novo e os poucos estudos realizados sobre suas aplicações em produções científicas brasileiras indicam baixo desempenho, o Marketing Científico Digital acaba surgindo como uma resposta adequada para ajudar a mudar esse quadro. Usado de forma planejada, visto como estratégia empregada em produtos da ciência, aliada à comunicação científica e comunicação digital visando a promoção de periódicos, pesquisas e pesquisadores, com foco na visibilidade científica, pode melhorar o desempenho altmétrico dos mais diversos produtos da ciência”, afirmou o professor. 

Conferência Internacional SciELO 20 anos 

A conferência se propõe a abordar e debater as principais questões conceituais, políticas, metodológicas e tecnológicas que definem o estado da arte da comunicação científica e as tendências e inovações que estão moldando o futuro da publicação científica aberta e as relações com os periódicos em acesso aberto de hoje, em especial os da Rede SciELO. 

Diversos editores científicos, pesquisadores, profissionais e estudantes de graduação e pós-graduação de todas as áreas de conhecimento interessados nos rumos da comunicação científica participam do evento.