Ufal é destaque no Congresso Internacional de Educação Superior no RS

Evento em Porto Alegre debateu docência no ensino superior, entre os dias 29 de outubro e 1º de novembro
Por Ascom Ufal
19/11/2018 08h10 - Atualizado em 21/11/2018 às 15h25
context/imageCaption

Pesquisadores que apresentaram trabalhos no evento e Porto Alegre

Pesquisadores da Universidade Federal de Alagoas apresentaram trabalhos no 10º Congresso Iberoamericano de Docencia Universitaria (Cidu), que aconteceu na Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS), na cidade de Porto Alegre, no final de outubro. A Ufal teve seis trabalhos apresentados no evento, que serão publicado em livros internacionais.

A professora Elisangela Leal Mercado apresentou o trabalho intitulado Diretrizes Curriculares Nacionais para a formação de professores em nível superior e Base Nacional Comum Curricular: o que muda nos cursos de licenciatura em Pedagogia. Ela defende que a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) para construir uma orientação curricular única no país foi incentivada pelo MEC sob a premissa de igualdade e melhoria na educação brasileira. Elisangela analisa as mudanças no cenário das políticas educacionais pós-aprovação da BNCC nos currículos dos cursos de licenciatura.

A prática pedagógica de inovação no ensino superior intitulada Sequências didáticas envolvendo exploração da realidade: Estudo do meio em aulas de educação física escolar foi apresentada pelo professor Luís Paulo Mercado. No trabalho, ele analisa as possibilidades da utilização do estudo do meio como estratégia de problematização da realidade, coleta, análise de dados e intervenção no contexto estudado em aulas de educação física escolar. Mercado apresenta a proposta didática de construção de estudos do meio elaborados por discentes da disciplina Técnicas de Informação e Comunicação do curso de licenciatura em Educação Física da Ufal.

Outro trabalho de Luís Paulo apresentado no congresso internacional analisa os resultados da implantação do Programa de Formação Continuada de Professores em Pesquisa-Ação para melhoria da qualidade da educação básica articulado com Arranjos Produtivos Locais (APL) e a construção e implementação de dez projetos de pesquisa-ação desenvolvidos por grupos multidisciplinares de professores e estudantes das escolas estaduais envolvidas e dos cursos de licenciatura e gestores de APL.

“A temática Engagement na perspectiva da formação integral na Educação Superior foi o ponto principal das discussões relacionadas a universidade contemporânea. Outros temas tratados nos inúmeros trabalhos e nos simpósios, mostrando os desafios e a necessidade de desenvolvimento de novas competências ao docente do ensino superior, além da articulação entre docência e investigação na educação superior, envolvendo discussões sobre mudanças curriculares políticas e sociais na formação docente neste nível de ensino”, destacou Luís Paulo sobre as principais contribuições do evento. 

O Cidu é um congresso bianual que ocorre de forma alternada na Europa e na América Latina promovido pela Associação Iberoamericana de Didática Universitária (Aidu), com objetivo de debater, promover a troca de experiências e formular vias de ação acerca dos campos da docência universitária e de nível superior.

Trabalhos em parceria

O professor Luís Paulo Mercado também apresentou um trabalho de sua autoria com a professora Maria Auxiliadora Silva Freitas, e a técnica de Assuntos Educacionais da Prograd Vera Lucia Pontes dos Santos. O artigo analisa achados teórico-metodológicos da avaliação formativa em contextos híbridos de aprendizagem, mediados por tecnologias digitais de informação e comunicação, em uma ação de formação continuada com professores da Ufal.

Outro artigo do docente apresentado no evento descreve as percepções de estudantes e professores acerca das características das interfaces das TDIC para o ensino em Enfermagem, na qual reconhecem as potencialidades destas tecnologias para o processo ensino e aprendizagem, como interfaces mediadoras para a construção ativa do conhecimento. O trabalho foi escrito em parceria com a professora Cintia Bastos Ferreira.

Também com trabalhos colaborativos a docente Elisangela Leal Mercado apresentou Diálogos na interface entre a identidade profissional dos professores de Educação Especial e a história da Educação Especial, de sua autoria com a professora Neiza de Lourdes Frederico Fumes. Elas destacaram o cenário de mudanças da Educação Especial após o processo de democratização da educação pública da década de 1990, desvelando a interface entre a constituição da identidade profissional de professores de Educação Especial e o processo histórico-político-educacional desta modalidade na rede pública municipal de ensino de Maceió.